beauty || August 19, 2013

Sem pêlos

No outro dia estava com umas amigas a falar de depilação – conversa típica de “gaja” – e percebi que, apesar de muitas serem adeptas da depilação definitiva, há outras que têm muitos receios, descrença mesmo.

Por isso resolvi falar um pouco mais sobre este tema, que não tem sido muito abordado por aqui, apesar de ser um assunto levado muito a sério por todas nós.

Não há forma de acabar com os pêlos sem haver um sofrimento (maior ou menor, depende da tolerância à dor), mas quando nos vemos sem eles a dor passa, dando lugar a um alívio e até parece que ficamos mais magras, não é? ahah

 Uns métodos mais dolorosos, outros mais duradouros, qual o vosso preferido?

 

1. Cera – pode fazer-se em casa ou na esteticista (hoje em dia é cada vez mais fácil e barato fazê-lo em casa). A cera pode ser quente ou fria. O pêlo é arrancado pela raiz, demorando mais tempo a voltar a crescer, mas não é completamente indolor. É preciso respeitar o sentido de crescimento do pêlo. Durante muitos anos usei cera fria nas pernas e o pêlo ficou bastante mais fraco. 

2. Máquina – o pêlo é arrancado pela raiz, assim como a cera e dura mais tempo. No entanto, para voltar a fazer com este método, é preciso esperar que o pêlo cresca. Para algumas pessoas esta forma é bastante dolorosa.

3. Lâmina ou creme depilatório – solução rápida, para fazer em casa. Perfeito para situações de emergência, não doi nada mas engrossa o pêlo e podem encravar, se houver tendência para isso. Nunca fui muito adepta destas formas de depilação, a não ser quando comecei a fazer o laser, já que é recomendado cortar o pêlo e não arrancá-lo pela raiz.

4. Luz pulsada – é uma solução duradoura, mas confesso que tenho as minhas dúvidas em relação a este método, pelo menos no meu caso. Experimentei há uns anos e resultou em gastar dinheiro para nada. Acho que não funciona muito bem quando o pêlo é claro, porque a máquina não consegue ler o pêlo corretamente.

5. Laser – o sistema adotado por grande parte das mulheres hoje em dia, pela longa duração de uma pele sem pêlos e ainda por cima os preços estão cada vez mais acessíveis. A máquina destrói o pêlo desde a raiz e a cada sessão a quantidade de pêlos diminui. É preciso, no entanto, escolher o sítio onde se faz com cuidado para que funcione bem. É preciso ter cuidado com a exposição solar, o ideal é fazer antes e depois da praia. Tenho feito na Hedonai (depois da Cátia me falar maravilhas daquilo), já vos falei da minha experiência aqui.

 

Enfim, cada caso é um caso e cada pessoa escolhe o método que melhor satisfaz as suas necessidades.

Qual é o vosso preferido?

Margarida

Hi! I’m Margarida, style and beauty blogger at Style it Up

Comments

  1. laser alexandrite num consultório de dermatologia, tratamento feito pela médica. Caro como tudo, mas vale a pena o investimento. é uma limpeza e um descanço. em 2 sessões despachei as virilhas

  2. August 19, 2013

    macacagravaporcima

    quanto aos receios… confesso que ainda hoje tenho algum medo de que daqui a alguns anos venham dizer que o laser provoca cancro ou qqr coisa assim, como aconteceu com os solários, mas a verdade é que é uma médica dermatologista que me faz o tratamento e nas últimas vezes ela até estava grávida e todos os dias a utilizar o laser, por isso duvido que seja prejudicial de alguma forma…

  3. August 19, 2013

    Hungry_Sally

    Pêlos encravados da cera são bem piores do que com a lâmina!

  4. August 19, 2013

    A Bela e o Blog

    Para mim o método que funciona melhor é mesmo a lâmina. É verdade que os pêlos voltam a crescer passado pouco tempo, mas fico com muitos pêlos encravados (muitos mesmo) se fizer com cera :

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *