beauty || April 10, 2019

Clean Beauty: ingredientes suspeitos

Hoje em dia muito de fala em CLEAN BEAUTY, ou seja, produtos de beleza feitos com ingredientes naturais. Hoje em dia existem tantas marcas (e muito boas!) que seguem este conceito. Acho que não precisamos de ser fundamentalistas, mas é sempre bom termos esta consciência e saber o que estamos a por na nossa pele – e no nosso organismo.

Gostavam que falasse mais deste tipo de produtos, os que estão disponíveis e alguns que já experimentei?

Neste post, falo apenas de alguns ingredientes que devemos consumir com alguma precaução. Querem saber quais?

PARABENOS

São produtos químicos, frequentemente utilizados em cosméticos (hoje em dia vemos imenso na comunicação de alguns produtos “sem parabenos”). Na prática são agentes de conservação eficazes e de baixo custo, utilizados para prevenir o crescimento de bactérias e fungos. São disjuntores endócrinos (ou hormonais), que imitam o estrogénio* e podem mesmo bloquear os próprios receptores de estrogénio das nossas células e criar uma confusão com sinais naturais importantes. Segundo as pesquisas, podem ser tóxicos para as células humanas e podem ser causadores de alguns tipos de cancro. Podem causar irritação da pele ou dos olhos ou até de algumas alergias. Alguns exemplos de parabenos que devemos evitar: methylparaben, butylparaben, ethylparaben, propylparaben e isobutylparaben.

SILICONES

Os silicones são compostos artificiais resistentes à decomposição pelo calor, água ou agentes oxidantes e são também bons isolantes térmicos. Alguns exemplos de silicones que devem ser evitados: cetyl dimethicone copolyol, dimethicone, stearyl dimethicone ou phenyl trimethicone. Assim como os parabenos, existem estudos que relacionam o seu uso com alguns cancros.

SODIUM LAURYL SULFATE (mais conhecidos como SLS) 

É um detergente químico, agressivo para a pele, responsável por reações alérgicas ou irritações cutâneas, em especial na zona dos olhos ou nas mucosas. Mais uma vez, considerado como um possível cancerígeno. Encontra-se muito em sabonetes, shampoos ou pastas de dentes (entre outros produtos). É nada mais nada menos que um desengorduraste muito eficaz e, mais uma vez, um ingrediente barato para os fabricantes destes produtos. Quando usamos um produto que contenha SLS, o produto é facilmente aplicado, no entanto, também remove a humidade das camadas superiores da derme. São considerados também perturbadores do sistema hormonal (na altura em que estava a fazer tratamentos para engravidar do Manel foi um dos ingredientes que me aconselharam a evitar ao máximo!). Especialmente quem tem pele sensível pode sofrer de problemas de pele ou piorar a condição atual. Mais um a ter em atenção na lista dos ingredientes.

PARAFINA ou VASELINA

Ambos derivados do petróleo, de baixíssimo custo e usados para dar alguma substância aos cosméticos. Como advêm do petróleo, não são biodegradáveis. São difíceis de absorver pela pele e podem causar alergias na pele e aceleram o envelhecimento cutâneo.

FRAGRÂNCIAS

As fragrâncias sintéticas são um mix de produtos químicos derivados do petróleo e, assim como o SLS, podem causar desequilíbrios no sistema hormonal. São passíveis de irritações cutâneas e também secam a pele.

PEG (Glicol)

O PEG (Polietilenoglicol) é formado a partir do etileno glicol e está diretamente associado ao aumento do acne e dos pontos negros. Existem outros glicíois, este em específico é tóxico e diminui as defesas naturais da pele.

Podem procurar estes ingredientes na composição de alguns produtos de beleza e, caso queiram evitar-los, basta passar a ler a composição dos produtos com mais atenção.

 

* Vou tentar explicar muito resumidamente o estrogénio no corpo da mulher: o nosso ciclo menstrual é composto essencialmente por duas hormonas: o estrogénio e  a progesterona. Numa ciclo menstrual ‘normal’, o estrogénio está mais presente até à fase da ovulação e depois ‘entra’ a progesterona. Hoje em dia, devido a vários factories (stress e alguns químicos aos quais estamos sujeitos no nosso dia-a-dia), os níveis de progesterona são cada vez mais baixos nas mulheres, fazendo com que o ‘período fértil’ não seja a meio do mês como sempre nos ensinaram. Esta pode ser uma das causas da dificuldade de engravidar naturalmente de muitas mulheres. Não me vou alongar sobre este tema – se quiserem falar mais sobre este assunto por aqui, digam, ok?

INSTAGRAM @styleitup

Margarida

Hi! I’m Margarida, style and beauty blogger at Style it Up