lifestyle || September 11, 2019

Auto-cuidado

Auto-cuidado ou self care está na ordem do dia.

Acho que maneira como cuidamos de nos próprias influencia e muito a nossa auto-estima, a nossa disposição e a forma como encaramos a vida.

Quando falo de auto-cuidado não me refiro apenas ao nosso aspeto físico de andar com as mãos arranjadas, tirarmos algum tempo para fazer uma máscara de rosto, etc. Acho que vai um bocadinho além disso.

Achei esta altura do ano perfeita para abordar este tema, afinal Setembro é um mês de recomeços e porque não recomeçarmos a cuidar mais de nós?

Hoje trago 10 dicas para termos este auto-cuidado:

1. Dormir bem

Ja sabemos que dormir bem faz bem, porque acordamos mais descansadas, o dia seguinte corre melhor, andamos mais bem dispostas e ainda faz maravilhas à nossa pele. O sono tem um efeito gigante na forma como nos sentimos, fisica e emocionalmente. Dormir mal pode ter consequências até na nossa saúde. E o stress pode dificultar o nosso sono. Há apps que nos ajudam a adormecer com mais facilidade, deixar o telemóvel (ou tablet, ou computador) de lado algumas horas antes de dormir também é uma ótima ideia que tenho cumprido – às vezes não dá, mas a grande parte das vezes a partir das 10h da noite, não toco mais no telefone.

Temos a tendência de encarar o sono como uma necessidade fisiológica, mas é muito mais do que isso! E quantas vezes prejudicamos horas de sono para trabalhar ou para ver uma série ou simplesmente para estar a passear pelo instagram? Não podemos fazer isso a outra hora do dia e dedicar esse tempo a descansar a nossa mente e o nosso corpo? Podemos!

Neste post dou algumas dicas para uma boa noite de sono; aqui podem conhecer alguns sprays que nos ajudam a relaxar antes de dormir

2. Reduzir o stress

Não é fácil com a vida corrida que todas temos, diariamente. Porque trabalhamos muito, chegamos a casa e ainda temos que cuidar dos miúdos, fazer o jantar, arrumar a casa, etc. Parece quase impossível conseguirmos um tempinho para nós, mas temos que pensar nisso como uma prioridade. O stress é mau também era a nossa saúde. Tentar parar e respirar fundo algumas vezes ao dia, ao deitar e logo de manhã quando acordamos pode trazer muitos benefícios nas nossas vidas.

3. cuidar da saúde intestinal

A saúde intestinal pode ter um impacto significativo na nossa saúde, bem-estar e vitalidade. Aquilo que comemos pode fazer uma grande diferença nas nossas vidas e, felizmente, todas temos uma maior consciência daquilo que comemos. O tipo de alimentos que ingerimos têm um impacto fundamental nas bactérias que habitam o nosso estômago, resvalando facilmente para possíveis problemas. Os probióticos também estão na ordem do dia, aconselhem-se com o vosso nutricionista ou outro profissional de saúde quais os mais indicados para o vosso caso. Um intestino infeliz pode fazer uma pessoa infeliz e vice-versa.

4. Ter uma alimentação saudável

Não notam que, quando comem melhor, de uma forma mais saudável, até se sentem com mais energia e bem dispostas? Porque é que não fazemos sempre isso?! Talvez porque não conseguimos resistir às tentações, mas é tudo psicológico, acredito nisso, mas resistir é outra conversa… Aquilo que comemos pode tornar-nos numa pessoa mais saudável ou tornar-nos numa pessoa com excesso de peso e até contribuir para algumas doenças, mas também pode influenciar outros aspetos como a memória, entre outros. Alimentos que devemos privilegiar: peixes gordos (salmão, sardinhas, etc), mirtilos, frutos secos, vegetais verdes.

5. Fazer exercício com regularidade

Mesmo que seja uma caminhada diária, cada uma sabe o que consegue e o que lhe dá prazer fazer. O mais importante é manter o nosso corpo em movimento. Toda a gente sabe que o exercício faz lindamente à saúde, física e mental. O exercício tem o poder de nos deixar com mais energia, reduzir o stress e a ansiedade, além de ajudar a eliminar as toxinas do nosso corpo. Tentem arranjar uma atividade que consigam facilmente encaixar na vossa rotina diária, mesmo que seja dar um longo passeio com o cão todos os dias.

Aproveitem a oportunidade do Holmes Place, ainda usufruem do mês de Setembro e pagam apenas em Outubro, saibam tudo aqui. Sei que no inverno não vai apetecer tanto fazer exercício ao ar livre e o ginásio é um grande amigo, só custa as primeiras vezes, depois ganhamos o ritmo!

6. Saber dizer “não”

Sempre tive muita dificuldade em conseguir dizer que não, especialmente em ambiente de trabalho, porque sempre achei que conseguia fazer mais uma coisa. Mas é das coisas mais importantes na nossa vida, sabermos os nossos limites e também sabermos valorizar o nosso trabalho (não imaginam as vezes que digo que “não” a marcas que querem fazer parcerias comigo, ou porque não me identifico com o produto / serviço ou porque a proposta não é benéfica para mim. Se é fácil? Não é, mas é necessário). A dificuldade em dizer que não pode causar um stress imenso na nossa vida. Lembrem-se: reduzam a carga de trabalho, criem prioridades na vossa lista de to do’s e saibam gerir o vosso tempo de forma mais eficiente, mesmo que isso signifique dizer uns quantos “nãos”

7. Ser gentil

Ter uma atitude simpática com os outros, mesmo desconhecidos. Já tinha falado neste post que gosto muito da frase “gentileza gera gentileza” e, se pensarem bem, não ficam felizes quando ajudam alguém que não conhecem e essa pessoa vos devolve com um sorriso? É maravilhoso. Pesquisas comprovam que actos de gentileza aumentam o nosso bem-estar, não só para quem pratica, mas também para quem recebe essa gentileza.

8. Fazer uma pausa

Qualquer tipo de trabalho, a certa altura, causa stress na mente e no corpo. Deixar as preocupações de lado nas férias, no fim‑de‑semana ou mesmo tirar um dia de folga para fazer o que nos apetece, sem pensar em mais nada!

9. Desconectar

Já falei no primeiro ponto, mas acho importante reforçar a ideia: desligar o telemóvel ou por em modo noite, depois do jantar, todas as noites. Ver uma série, ler um livro, ouvir música ou simplesmente não fazer nada. Não estamos muito habituados a este desconectar hoje em dia, parece que passamos a nossa vida online, mas é tão importante!

10. Unfollow

Quantos perfis de instagram seguem que não vos acrescentam nada, não ensinam nada e não trazem nada de bom para asa vossas vidas? No início do mês fiz mega limpeza no meu Instagram, seguia quase 2.000 contas e mais de metade não traziam nenhum valor acrescentado para o meu dia-a-dia. Comecei por aqueles perfis em que é tudo tão bonitinho, tão arrumadinho e com os mesmos filtros todo-o-santo-post que já não tenho paciência, honestamente! Apesar de serem fotos lindas de morrer, em que é que isso vai melhorar a minha vida? Na verdade, nada! Claro que há alguns desses que me ensinam alguma coisa e lá continuam, mas a maior parte foi à vida. Estas limpezas de vez em quando fazem bem, até porque os nossos interesses vão mudando e alguém que seguíamos há dois anos pode não fazer sentido neste momento da nossa vida.

INSTAGRAM @styleitup

Margarida

Hi! I’m Margarida, style and beauty blogger at Style it Up

Comments

  1. Adorei o post e identifico-me em cada tópico, excepto no exercício físico, não adoro e custa imenso começar Beijinhos

    • September 11, 2019

      Margarida

      Que bom! 🙂 Começar é o que mais custa! 😉 Beijinhos