travel || March 5, 2020

NEW YORK: o que não podem perder

Comecei este guia de viagem a NY com os spots de beleza que não podem perder. Para algumas serão moradas sem importância, mas para outras (como eu!), spots imperdíveis 🙂

Hoje falo de outros locais imperdíveis, para melhor conhecer esta cidade:

Como fiquei em Brooklyn, acho que vou começar por aqui.

1. BROOKLYN BRIDGE

Têm que atravessar a Brooklyn Bridge a pé! A vista para Manhattan é incrível! É cerca de 1,1km e faz-se tranquilamente 🙂 Cuidado com as bikes, eles andam sempre muito apressados, por isso tentem não ir na faixa das bicicletas.

Dica: Se forem de Manhattan até Brooklyn, vale a pena dar um salto até ao Dumbo e voltar a pé para Manhattan, ok? Se forem de metro, a estação mais próxima da Brooklyn Bridge é a “Jay Street” (linha A)

2. DUMBO, BROOKLYN

Vão ao DUMBO (Down Under the Manhattan Bridge Overpass), é uma zona gira e lá têm também o Time Out Market, onde podem comer lindamente. têm uma vista privilegiada para as duas pontes: Brooklyn Bridge e Manhattan Bridge.

3. SOHO

Uma zona muito boémia, cheia de restaurantes e lojas giras, para passear, para um brunch ou compras. Sobre os restaurantes e compras, falo noutros posts.

4. GREENWICH VILLAGE

A zona mais gira para mim, enquanto bairro. Aqui encontram alguns bares de jazz ou onde assistir a um espetáculo de stand-up. Desta vez, devido aos compromissos profissionais do João, não tivemos oportunidade de ir, mas vale MESMO a pena! Um dos que nos lembramos é este. Vejam a programação e reservem.

5. CHELSEA

Uma zona também muito gira, visitem o Chelsea Market, para almoçar. É o caos, mas é bem giro! Ao lado têm uma entrada para o The High Line, uma passagem elevada sobre NY e o Hudson River, que termina no The Vessel (muito giro também para visitarem!)

6. MEATPACKING DISTRICT

Uma zona com vários pontos culturais, como o Ground Zero ou o Whitney Museum of American Art. Zona gira com bares para ir beber um copo.

7. EMPIRE STATE BUILDING 

Se quiserem ter uma dimensão geral deste caos incrível, não deixem de subir ao Empire State Building. À volta do edifício têm uns senhores com uns casacos encarnados que vos arranjam bilhetes diretos ao topo, sem precisarem de estar horas e horas nas filas. É um pouco mais caro e inclui um dia nos autocarros hop on – hop off, mas acho que vale a pena! Na última vez aproveitámos imenso estes autocarros, para nos movimentarmos pela cidade e ter um overview mais geral de onde ficava o quê. Desta vez não foi preciso.

Eu prefiro esta vista ao Top of The Rock, mas também fui em dias completamente diferentes (Empire fui ao pôr do sol e Top of The Rock a seguir ao almoço, num dia nublado). Ao Top of The Rock nunca tinha ido, Empire foi a segunda vez… qual é que gostam mais?

8. TOP OF THE ROCK

Se querem uma vista geral de Manhattan, no Top of The Rock é perfeito, porque conseguem ver para todos os lados, incluindo o Central Park e o próprio do Empire State Building. Gostei mais do outro, mas talvez por ter sido um repeat e ter dado para matar saudades da viagem anterior, não sei bem explicar 🙂

9. ROCKEFELLER CENTER

Se forem no inverno, vira uma pista de patinagem no gelo, é bem giro! Se tiverem coragem, experimentem! Não o fiz, porque tinha tido uma experiência do género há muitos anos em Vienna e não correu lá muito bem ahah Na altura do Natal também têm a Árvore de Natal gigante… é uma zona bem gira!

10. GRAND CENTRAL STATION

Não tenho nenhuma foto de jeito, porque era preciso um ângulo perfeito para vos mostrar este edifício. Se tiverem oportunidade, passem lá, porque a estação é muito gira por dentro.

11. CENTRAL PARK

Um lugar imperdível, mesmo! Muito verde, muita gente, alguma música, algum sossego, com uma vista para os lagos e para os arranha-céus tão típicos desta cidade, os esquilos… podem alugar uma bike e dar um passeio (alerta: na estrada, é sentido único, ou dão mesmo a volta ao Central Park, ou têm que levar a bike pela mão para cortar caminho, ok?) ou simplesmente ir a pé. Se vos apetecer, levem o kit de desporto e porque não uma corridinha logo de manhã ou final do dia? Adorava ter feito isto, mas a ficar em Brooklyn não tive coragem eheh

12. BROADWAY

O caos a qualquer hora do dia, especialmente à noite, mas é giro ver! Se tiverem oportunidade, vejam um espectáculo, que vale a pena!

Os museus ficam para outro post, para não ficar um post interminável…

Já sabem, se quiserem acrescentar alguma coisa, deixem nos comentários, é sempre bom para quem vem ca consultar e poder ter outras perspectivas 🙂

Margarida

Hi! I’m Margarida, style and beauty blogger at Style it Up

Comments

  1. Nunca lá fomos e adorávamos. Este tipo de partilhas é extremamente pertinente. Obrigado!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *