lifestyle || July 5, 2017

Maternidade: a hora do parto

Está-se a aproximar a hora da verdade…. até agora não tenho pensado nisso, tipo avestruz com a cabeça na terra, sabem?

A verdade é que o pirralho vai ter que sair, por isso vamos lá encarar a realidade e ganhar (alguma) maturidade.

1,2,3 está a valer! A partir de agora sou uma pessoa super madura, afinal vou ter um filho 😆

Vai ser cesariana – nunca fiz muita questão de ser parto normal ou cesariana, desde que seja o melhor para o bebé e me custe o mínimo possível (venham daí essas drogas todas que eu vou precisar, sou maricas!). Confio a 100% na minha médica e tenho a certeza que estou as melhores mãos possíveis e tudo vai correr bem. Porémmmmmm há aquela “miaúfa” de quem nunca passou por isto…

Para as defensoras do parto natural, calma! Muita calma! Não crucifiquem uma pessoa que vai ter a criança de cesariana sem saberem, ok? Não foi uma opção minha nem da médica, trata-se de uma necessidade para que tudo corra pelo melhor.

Hello mães das cesarianas, manifestem-se aí que eu não sei muito bem o que me espera, além de um corte na barriga!! Como é a recuperação? A minha médica diz que passado 1 mês vou poder recomeçar com o exercício físico, mas espero não me lembrar da cicatriz passados uns dias… será???

Contem-me tudo!

Instagram @styleitup

Margarida

Hi! I’m Margarida, style and beauty blogger at Style it Up

Comments

    • July 5, 2017

      Margarida

      As minhas amigas também me dizem que a primeira semana é a pior! E para me levantar o mais cedo possível – que custa horrores, já sei!! – mas é o melhor para acelerar a cicatrização! Estou confiante que vá correr bem! Em relação à amamentação, também já sei que pode ser um drama, mas estou na esperança de correr tudo lindamente também! Sou mesmo muito optimista ahah vamos ver! Cá estarei para contar a experiência, claro! 🙂 Beijinhos e obrigada pelas dicas 🙂

  1. July 5, 2017

    Raquel

    Oi! O meu pequeno nasceu de parto natural, por isso não posso dar o meu contributo a esse nível a não ser para confiares no pessoal médico. Se houver algo que te deixe desconfortável ou que aches que não está bem, é falar logo com eles! Eles estão lá para cuidar de ti e dele 🙂 Vai correr tudo bem!

    A minha mãe fez 2 cesarianas ( há 33 e há 29 avisa) e a cicatriz mal se nota. Já para não falar que com os seus 54 anos está com uma forma física invejável!

    • July 5, 2017

      Margarida

      Espero ser como a tua mãe! ahah Confio plenamente na minha médica, nisso estou perfeitamente tranquila 🙂 Já lhe disse que se sentir dores, vou pedir drogas ahah Beijinho 🙂

  2. July 5, 2017

    Sofia Marques

    Eu sou mãe de cesariana. O meu Gabriel estava sentado e nada o tirou dessa posição super confortável! Os primeiros dias foram mais complicados, tinha dores (muitas) e custava horrores levantar. Anda muito, por mais que custe, que custa, mas faz muito bem e ajuda a recuperar mais rápido! Sim, um mês para recuperar totalmente. Há pessoas que fazem a cesariana e ficam logo finas, há outras que demoram. Eu durante o primeiro mês, tinha muitos movimentos que me custavam muito fazer mas quando foi a consulta das 6 semanas já andava feliz e contente como se nada fosse Lolol Vai tudo correr bem 🙂

    • July 5, 2017

      Margarida

      Queria tanto ser dessas que ficam finas num instante! Vamos lá ver o que me espera… 🙂 Andar muito, as minhas amigas também me têm dado essa dica preciosa, apesar de custar muito nos primeiros dias, é o melhor, sem dúvida! A sorte é que nos esquecemos rapidamente dos momentos menos bons, não é? ahah Beijinho e obrigada! 🙂

  3. July 5, 2017

    Ana Cristina Batista

    Alo!!! Eu também tive a Maria Leonor de cesariana…não por opção mas por indicação médica, já que tinha sido alvo de uma cirurgia ao útero…a vantagem é que voltaram a cortar no mesmo sítio! Para ser franca e no meu caso não me custou assim tanto…claro que vais estar mega sensível na barriga (afinal cortam-te 7 camadas de pele, músculo, etc)…vais precisar de alguma ajuda para te levantares da cama, etc…mas para isso é que servem os maridos (e não só claro!!!)…mas ao fim de 2/3 dias já começas a sentir algum alivio…mas vais estar tão concentrada no teu baby que nem vais dar conta das dorzinhas…a cirurgia em si acaba por ser algo “estranho”…para já vais estar acordada…e portanto vais aperceber-te do que se passa…não sentes dor…pois não vais sentir nadinha dos ombros para baixo…mas de alguma forma “sentes” que te estão a mexer por dentro!!! Mas força! Nada de medos! O que aí vem compensa tudo!!! E a cicatriz nem se nota (a minha foi muito bem feita), podes usar bikini à vontade!!!! Super fixe!!!

    • July 5, 2017

      Margarida

      Tenho mais medo de ter dores do que da cicatriz!! Confio nas habilidades da minha médica 😉 Acho que me vai fazer imensa impressão se sentir que me estão a cortar a barriga, mesmo sem ter dor, só ter aquela sensação estranha… espero que não 🙂 Também me dizem isso, o excitamento é tanto que às tantas as dores abdominais acabam para ficar para mais tarde, porque queremos é aproveitar o bebé! 🙂 Beijinhooo

  4. July 5, 2017

    Patrícia

    Olá Margarida, sou mãe de uma menina de 20 meses e também tive que fazer cesariana (de emergência, não tive tempo de me preparar mentalmente 🙂 )…o que te posso dizer…nos primeiros dias dói bastante, mas nada que com analgésicos não melhore…tens dificuldade em mexer-te, porque parece que o mundo TODO passa pela tua barriga LOL…mas ao fim de um mês tudo melhora substancialmente…pelo menos no meu caso foi assim. Desejo-te toda a felicidade do mundo! o melhor conselho que te posso dar sobre a maternidade, se me permites é: segue o teu instinto. vai haver imensas pessoas que vão dar muitas opiniões sem pedires…e vão criticar….e vais questionar-te se estás a fazer bem…99% das vezes estarás, por isso MUITA FORÇA e escolhe apenas as pessoas certas para ouvires realmente! Um enorme beijinho! Vai correr tudo bem:)

    • July 5, 2017

      Margarida

      As pessoas adoram!!! Não fazem por mal, eu sei! Mas às vezes é chato ouvir tanta opinião, muitas delas contrárias e baralha um pouco ahah Confesso que a maior parte das opiniões me entram a 100 e saem a 300, por isso não estou muito preocupada com isso, sigo muito o meu instinto e espero continuar assim, se bem que calculo que hajam mil inseguranças nos primeiros tempos! É escolher as pessoas certas, como dizes! 🙂 Um grande beijinho e obrigada pelas dicas 🙂 Vai tudo correr bem, sim!!

  5. July 5, 2017

    Susana

    Fiz cesariana não por opção mas pq me rebentaram as águas e não fazia dilatação e ela entrou em sofrimento. Na altura não custa nada. Os primeiros dois dias são os piores. Mas temos que nos obrigar a andar que alivia bastante. E doer doi deitada também por isso. As enfermeiras e o médico depois explicam lhe isso. O marido vai ter mesmo de ajudar na primeira semana. Mas por aqui já lá vão 6 semanas e esquecemos tudo. As dores ficaram na maternidade, agora só me lembro da minha bebé linda ❤️ Exercício voltei a fazer ontem, mas específica do pós parto e correu bem. Beijinhos e tudo a correr bem.

    • July 5, 2017

      Margarida

      A minha médica também me disse que passado 6 semanas podia voltar ao exercício! yay! Tenho tantas saudades!! Já sei que vou ter que palmilhar muito aqueles corredores nos primeiros dias, com dores ou não, temos pena! É para uma recuperação mais rápida, estou a tentar mentalizar-me para não mandar as enfermeiras passear sempre que me sugerirem um passeio pela maternidade enquanto estiver internada ahah Beijinhos e parabéns pela bebé! 🙂

  6. July 5, 2017

    Silvia Piteira

    Eu tive 2as cesarianas. A 1a foi de urgência e a 2a foi planeada para que não corresse o risco de ser novamente uma cesariana de urgencia. Devo confessar que planeei sempre que fosse natural (mas com as droginhas todas) mas não foi. E custou a criança 9 dias de encobadora e 11 dias de enternamento. Custa mais para voltamos a nossa forma. É uma intervenção cirúrgica e requer cuidados pós operatórios e nós só temos cabeça para o nosso bebe…. requer gestão própria. Mas com vontade e muito amor vai tudo ao sítio 😉. Tudo de bom😙

    • July 5, 2017

      Margarida

      Tudo se faz, com alguma paciência 🙂 No meu caso a cesariana tem mesmo que ser, não é opção minha ou da médica. É pelo melhor, mesmo! Vai tudo correr bem, estou a acreditar nisso 🙂 Beijinho e tudo de bom! 🙂

  7. July 5, 2017

    Patricia Pinto

    Olá Margarida, não sou de grande ajuda, foi parto normal, sempre pensei assim o que for melhor para ele (Eduardo) e para mim, que também sou uma maricas. O que eu tinha era ansiedade do quando vai ser, o que vou sentir, como vou reagir, mas assim programado liberta-se de alguma ansiedade 😊 O que importa é que o Manuel e a Margarida fiquem bem. Outra coisa que pensava era: há tantos que vão ao segundo e terceiro é porque nao pode ser assim tão horrível. Tanto que é que eu própria já estou à espera do segundo 😝 Ao fim de menos de 2 anos de ter o Eduardo! Ehehe! Vai correr tudo bem 😊💪🏼🙏🏼

    • July 5, 2017

      Margarida

      Também penso nisso: se fosse tão terrível ninguém tinha coragem de ir ao segundo ahah e tenho várias amigas que já têm 4, por isso até pode custar um bocadinho na hora, mas depois passa e esquecemo-nos rapidamente, para ganhar coragem para a segunda ronda 🙂 Parabéns pelo segundo, espero que continue tudo a correr lindamente 🙂 Beijinho e obrigada pela partilha!

  8. July 5, 2017

    Célia Ramos

    Olá, a minha estava programada, mas o Gabriel começou a achar o T0 demasiado apertado e antecipou-se, uma semana , mas correu tudo pelo melhor, a meio da noite lá estava o meu marido a ligar para o obstetra, mandou-nos ir de imediato para o Hospital, e puf, quando dei por mim entre gritos e tremores tinha o meu pituxinho nos braços!!! Doeu a recuperação, no primeiro dia parecia que ele me tinha cortado a barriga em todo lado, e afinal era um corte que hoje mal se vê!!! LOL
    Para ti desejo que seja igualmente mágico!

  9. July 5, 2017

    Mariana Sá

    Olá Margarida! A minha Rita nasceu há 5 meses de cesariana. E deixe-me reforçar esta questão de que a cesariana nem sempre é uma opçao da mãe, não nos crucifiquem!! A Rita estava sentada, não virou, o meu útero é retrofletido, e, com esta conjuntura, não havia outra opção!
    Confesso que no dia anterior estava ansiosa, mas na hora não me lembrei de nada… nem daquelas lamechices que se vêem nos filmes com os nossos companheiros 😂 infelizmente, na Maternidade onde fui seguida ainda não era possível o pai assistir ao parto (ai o tempo que demorei a assimilar essa info… que já veio tarde demais!), mas tudo correu pelo melhor. Cheguei às 9h00 e às 10h35 a miúda estava cá fora! Sem dor, sem sofrimento, e com uma equipa muito divertida no bloco 😁 quanto à recuperação, para mim, a pior coisa foi a sensação de estar tudo fora do sítio! É estranha e incómoda… nos primeiros dois dias tive muitas dores, mas nada que um cateter com drogas não resolva! Além disso, no dia seguinte ao parto levantei-me pela primeira vez (horrível!!!), e depois obriguei-me a essa ginástica, o que foi ótimo na recuperação da mobilidade.
    A coisa mais chata da cesariana foi, efetivamente, a mobilidade. Estarmos sempres dependentes de enfermeiros para levantar, pegar na bebé que está no berço, ou tirá-la do berço para junto de nós… eu, para facilitar, tive a miúda colada a mim sempre que terminava o período de visitas 😂 ah… e abençoada sonda que nos põem! Bem, já escrevi demais! aproveite tudo, vai ser sempre uma história única na sua vida! Beijinhos

    • July 6, 2017

      Margarida

      Aiiii a mobilidade e as caminhadas que temos que dar nos primeiros dis devem ser terríveis, mas é mentalizar-me que tem que ser para que a recuperação seja mais rápida! 🙂 O que é a sonda? Acho que ainda não ouvi falar nisso… não sei se o pai vai poder assistir, mas desde que a minha médica esteja lá, impecável, por mim está tudo certo! 🙂 Beijinhos e obrigada pela msg

  10. July 5, 2017

    Mariana Sá

    Ah, é verdade, a cicatriz! Dói quando menos esperamos, em posições e movimentos que nunca imaginaríamos! Dá a sensação de estar a rasgar… Mas ainda hoje, passados 5 meses, dói em algumas posições e momentos. Dizem que teremos sempre dores, volta a meia… vamos ver 🙂

    • July 6, 2017

      Margarida

      É praticamente impossível não mexermos a zona abdominal em todos os movimentos do dia-a-dia… sentar, levantar, deitar, respirar… há coisas piores 🙂 Beijinho

  11. July 5, 2017

    Joana

    Olá Margarida! Parabéns em primeiro lugar pela gravidez! Está uma grávida super gira, super positiva e muito elegante e acredito mesmo mesmo q vai passar isso tudo ao seu filho ☺️Também tive cesariana curiosamente quase há um ano em Agosto☺️ não fazia dilatação e o bebé não encaixava de forma nenhuma e felizmente tudo correu bem! Adorei ter feito cesariana, se fosse hoje teria feito logo! Levantei-me no dia seguinte sem problema nenhum..se houver uma próxima só quero cesariana pois senti o que é uma contração e não quero passar por isso outra vez.Vai correr tudo bem não se preocupe com nada! Um grande beijinho e muitas felicidades

    • July 6, 2017

      Margarida

      Obrigada Joana! Espero passar essa tranquilidade para ele dormir muuuuuuito bem ahaha eu já não durmo lá grande coisa, falta-me posição, apesar de dormir cheia de almofadas de grávida, etc! E logo eu que adoro dormir! Tenho a certeza que vai correr tudo bem, tenho a placenta muito baixa desde o início, por isso não tenho outra hipótese se não a cesariana, mas confio na médica! 🙂 E ouvir casos destes, em que a experiência foi ótima, é sempre bom! 🙂 Beijinho grande

  12. July 5, 2017

    Carla Fernandes

    Olá Margarida

    Sou mãe de 3 rapazes, nasceram todos de cesariana, correu super bem, é verdade que a recuperação é um pouco mais dolorosa nos primeiros dias, eu não tive hipótese de escolher, por motivos de saúde teve mesmo de ser assim, e foi tão bom que repeti e voltei a repetir. Boa sorte e calma que vai correr tudo super bem. Eu no segundo parto levei um raspanete do médico porque estava tão concentrada em tentar ver pelo reflexo das luzes da sala de partos o decorrer do mesmo, que me esqueci de respirar 😉 Beijocas e muitas felicidades.

    • July 6, 2017

      Margarida

      Ahahah essa nunca tinha ouvido, Carla! Eu não quero ver nada, acho que me dava um fanico ahah mas acredito que na segunda já vamos mais descontraídas 🙂 Também adorava ter 3, mas espero que aí pelo meio venha uma menina, que com 4 homens em casa dou em maluca! ahah Beijinho e tudo de bom! 🙂

  13. July 5, 2017

    Mariana

    Olá 😊
    Fiz uma cesariana no passado dia 24 de Maio, programado por a minha bebê estar em posição pélvica por isso nada de contrações nem sinais de trabalho de parto.
    Posso te dizer que ia cheia de M-E-D-O, pouco dormi a noite anterior, tinha medo da dor da eperidural, medo de sentir alguma coisa, sentia-me uma formiguinha bem pequenina. (Isto porque contam-nos mil historias e temos a maravilhosa capacidade de nos recordar-mos das piores 😂).
    Bem, contra todos os meus medos foi uma maravilha, não senti NADA no parto, e o clichêzinho de que ao vermos o bebê tudo passa é mesmo verdade 😂
    Relativamente ao pós, ainda no dia da cesariana me levantei e já ia à casa de banho sozinha, e acredito que o facto de fazermos esse esforço de nos colocarmos a pé ajudou e muito a recuperação, existe aquele desconforto de repuxar mas nada que não se aguente, o proprio dia é obviamente o pior mas dão-nos analgésicos suficientes para não chegarmos a sentir a verdadeira dor.
    Em casa, uma ligeira dor, já não contamos com os analgésicos da maternidade, mas passa rápido, acho que ao fim de uma semana já não me lembrava de corte nenhum.
    Ah Cuidado com as cuequinhas que batem na costura.
    Bem, eu tive uma história feliz para contar 😉

    • July 6, 2017

      Margarida

      Gosto dessas histórias felizes! 🙂 Também tenho algum medo da epidural… mas não há-de ser nada! O parto também vai ser programado e à partida também não devo ter as dores típicas do parto, mas dêm-me drogas para minimizar as dores, please! ahah Será melhor usar cuecas mais subidas, para tapar a cicatriz e não fazer impressão?? Não me tinha lembrado disso… ou as normais, daquelas sem costuras são suficientes? Help! 🙂 Beijinho e obrigada!

      • July 6, 2017

        Mariana

        Enquanto estive na maternidade usei umas descartaveis que apesar de não serem nada bonitas dão imenso jeito, 1° porque não apertam logo não ficam a fazer impressão por cima do corte depois porque com a quantidade de “fluidos” que nos sai vão directamente para o lixo. Comprei umas que vende no supermercado da Depend, como supostamente são para incontinência são bastante absorventes e não é preciso usar penso. Depois começei a usar umas cuecas normais com costura mas que ficavam acima da linha do corte, mas as sem costura realmente ainda devem ser melhores 😉

        • July 6, 2017

          Margarida

          Essas descartáveis também já comprei na Chicco, acho que no hospital só devo usar essas mesmo 🙂 Esse supermercado não conheço… beijinho e obrigada! 🙂

      • July 7, 2017

        Rita

        MARgarida! Compre cuecas da Tena Lady! Costumam dar no hospital mas é óptimo em casa. São super confortáveis:)

        • July 7, 2017

          Margarida

          Tenho umas descartáveis da Chicco, aconselharam-me essas 🙂 Beijinho!

  14. July 5, 2017

    Catarina Chester

    Fiz cesariana programada por ter uma miúda grandota 🙂 e a passagem ser estreita… A recuperação nao foi tão má como tinha pensado (o nível de suporte a dor é = 0). Como a minha filha ficou na encubadora para fazer fototerapia, e como comia de 3h/3h, fiz varias vezes o corredor 🙂 a recuperação nao custa nada, quando temos alguém tão fantastico e tão fabuloso a pedir a nossa atenção 🙂 🙂 como nao sou dada a exercício físico, nao posso dar opinião nesse assunto 😉 mas fazemos muitas caminhadas juntas 🙂 🙂 (7meses de bebe maravilha)

    • July 6, 2017

      Margarida

      Que bom que não custou assim tanto!! Antes de me aventurar no exercício, vou aproveitar os dias de verão para as caminhadas no paredão, claro! 🙂 Parabéns pela bebé! Beijinhos

  15. July 5, 2017

    Ines

    Sempre quis cesariana, mas tive que tentar parto normal (hospital público), acabei por fazer cesariana. As dores que se têm a seguir, pelo menos para mim, não são comparáveis às dores das tentativas de parto normal. São muito mais suportáveis, e quanto mais rápido nos levantarmos e mexermos mil vezes melhor, mas é difícil “querer” nos primeiros dias, quando se chega a casa e mais fácil. Ao fim de um mês a cicatriz ficou impecável (com muita massagem, que dói, mas é por uma boa causa também, vale o esforço no futuro). Está quase, good luck😊💪

    • July 6, 2017

      Margarida

      Eu nunca tinha pensado muito no parto, por isso nunca cheguei a pensar no que preferia, até porque podia ter alguma surpresa e ser completamente ao contrário, por isso preferi não sofrer por antecipação 🙂 o pior deve ser a tentativa de parto normal durante horas e acabar numa cesariana, isso sim deve ser muito cansativo e desgastante! Mas tudo se faz 🙂 Tenho muitas amigas que isso aconteceu e rapidamente se esquecem também! As massagens são fundamentais, para evitar o coloide na cicatriz e ajudar a cicatrizar mais rapidamente, assim que a médica liberar, vou começar logo também! Está mesmo quaseeeeee 🙂 Beijinho!

  16. July 5, 2017

    Cláudia

    Olá, Margarida! Eu fiz uma cesariana há 6 anos. Correu lindamente, com uma equipa médica fantástica. Não foi por opção, a minha bebé estava sentada, e assim se manteve durante as últimas semanas.
    A rminha recuperação foi tranquila, sendo que na altura o mais importante foi proteger a cicatriz, com uma cinta e na aplicação de uns cremes específicos. O resultado é que praticamente não se nota, nem nunca doeu.
    Hoje fui a uma consulta, estou com 36 semanas e agendei uma nova cesariana, desta vez não porque a bebé está sentada, mas porque a minha bacia não tem tamanho suficiente para a realização do parto natural. No mesmo hospital, com a mesma equipa médica e com a mesma neonatologista/pediatra.
    Muitas felicidades para si e para o seu bebé. Beijinho!

    • July 6, 2017

      Margarida

      Olá Cláudia! devemos ter ao mesmo tempo então, que giro! 🙂 A minha médica também me disse para levar a cinta para o hospital, para ajudar na recuperação! Vai correr tudo bem, as nossas duas cesarianas, tenho a certeza! Beijinho e muitas felicidades também!

  17. July 6, 2017

    Elsa Rocha

    Margarida boa noite.
    Nada de medo das dores. O meu João estava previsto nascer de parto natural mas na hora H foi cesariana. Nunca senti verdadeiras dores. Um repuxar e movimentos mais calmos e nada de mais. Disseram-me para tomar benuron se tivesse dores mas não tomei nem um. Uma semana depois tirei os pontos e o desconforto foi-se.
    Acho que o importante é estares tranquila porque pode realmente ser muito fácil.

    • July 6, 2017

      Margarida

      Que bom!! Ler estes testemunhos é maravilhoso e ajuda a creditar ainda mais que pode realmente ser super tranquilo! 🙂 Acho que vou estar tranquila (com aquele pânicozinho básico de ser a primeira vez, óbvio! ahah) Beijinho e obrigada!

  18. July 6, 2017

    Andreia Fernandes

    Eu fiz cesariana a tres anos por opcao médica e a cicatriz ja mal se nota.
    No dia seguinte ao parto qdo me levantei estava tao direitinha como agora.
    Tive uma recuperação fora do normal mas possivel. 😊 força vai correr tudo bem!

    • July 6, 2017

      Margarida

      Que bom!! Também quero estar direitinha no dia seguinte, pelo que tenho ouvido parecemos umas corcundas de Notre Dame… ahah Vai tudo correr bem! 🙂 Beijinho!

  19. July 6, 2017

    Sara

    Sou Mãe do Rodrigo, agora com 2 anos. Tal como eu também nasceu de cesariana mas com uma pequena diferença, foi de urgência após 24h em trabalho de parto. Cheguei aos 9 dedos dilataçao e após tentativa por ventosa e – quase – perfuraçao do útero, perceberam que não sairia de outra forma.
    O que posso dizer!? Espero do fundo do coração que não passe pelo mesmo que eu. É verdade que alem das 24h em trabalho de parto, estava internada há 3 dias com fortes contraçoes apesar de irregulares. É tudo muito desgastante e eu sentia-me completamente estafadíssima. O meu filho nasceu numa 3f, apenas 6f consegui me ‘indireitar’. Depois foi com o tempo mas ao fim de um mês sentia me melhor. Como ñ fazia exercício nao iniciei qualquer actividade. Fiz mal. Muito! Barriguinha de 3 meses que nao desaparecia por nada. Ouvi ‘amamentaçao ajuda muito ir ao lugar’; ‘tem calma, tiveste cesariana e logo de urgencia’, blá blá blá. Amamentei exclusivo até aos 6 e depois até fazer um ano. A barriga continuava cá. Ao fim de quase ano e meio diagnoaticaram-me diástase( 2 dedos e meio) 😞 comecei exercício em Fevereio ultimo, já sinto diferença mas sei que tenho ainda muito trabalho pela frente.
    Peço desculpa pelo ‘desabafo’.
    Vai correr tudo bem! Bjs 😙

    • July 6, 2017

      Margarida

      Olá Sara! Esse era o meu pior medo, tentar o parto normal, ficar infinitamente a tentar e no final ser cesariana! Acho que se sofre o dobro e deve ser super desgastante! Como tenho algumas amigas a quem aconteceu exatamente o mesmo, tinha algum receio, por isso fico contente de partir já para a cesariana, poupa-me umas horas de sofrimento em vão 🙂 Espero poder fazer logo exercício, especialmente porque sinto mesmo falta (não pude fazer praticamente durante a gravidez) e conto em Setembro já poder voltar, porque me faz sentir bem, mais do que pensar em voltar à forma (se é que alguma vez estive em forma ahah). Pelo que sei a recuperação da barriga numa cesariana é mais demorada do que num parto normal. A amamentação ajuda a perder peso, mas por outro lado acho que também aumenta a fome… e as hormonas no seu auge também não devem ajudar, certo? Enfim… tudo se faz, com calma e sem grandes stresses! A distasse acontece a muito boa gente, agora é focar nessa recuperação, tenho a certeza que vai correr bem! Desejo tudo de bom! 🙂 Beijinhos

  20. July 6, 2017

    Sara Tavares Campos Pinto

    Olá Margarida! O meu piolho também nasceu por cesariana – também pensava assim: ele vai ter que sair ou há milhares de anos que as mulheres fazem isto…!! Depois de 8 meses a mentalizar me para o parto normal tive 1 mês para me habituar a cesariana.. tenho horror a pontos e a cicatrizes – que confesso que nem se notam.. tirando na 1a semana que pode sentir algum desconforto.
    Ora bem, nos dias de hoje não há necessidade de se sentir dor por isso não se preocupe na maternidade vão tratar desse aspecto e quando for altura de ir para casa só sente a chamada “moedeira”.. Então e assim, não se vai poder levantar logo logo.. vai ter que ficar umas belas horas deitada… e a 1a vez que se levanta.. Hahaha.. parece que não consegue (afinal perdeu toda a força na barriga e está lá um espaço vazio…) e que não se consegue endireitar – eu pelo menos parecia uma velhinha de 100 anos curvada. Maaaas e tudo por etapas: depois do banho vai se sentir muito melhor e depois de ir a casa de banho fazer o n2 vai se sentir mil vezes melhor e depois quando puser a cinta PARAISO – pff não se esqueça -> ajuda MESMO muito, a mim fez me TODA a diferença.
    O meu drama na altura foi dizerem me antes de entrar para o bloco que iam algaliar ( Hmmm? What? Afinal já não quero fazer isto.. Ele pode ficar aqui para sempre!!).. mas, tinham razão.. não se sente, a por porque a pessoa n sente a parte debaixo do corpo e a tirar também nada!!
    Acredite, tudo vale a pena.. Quando baixam o pano para vermos o NOSSO ( n e só uma palavra, aqui vira sentimento) bebé é a melhor sensação do Mundo.
    Quanto às opiniões, faça ouvidos moucos! Ouça só a sua médica(o) e o/a pediatra.. e finito! As pessoas não fazem por mal…. mas é taoooo mais forte do que elas!!
    Ah.. outra coisa muito importante (e desculpe o testamento).. Visitas… limite.. principalmente no dia do parto e se não vai ter no hospital público.. Eu achava que não ia ser preciso – pode ter a certeza que no meu segundo vou fazer isso – há uma falta de noção muito grande! Mais uma vez, as pessoas não fazem por mal.. mas é demais. Eu estava a sair do bloco e tinha uma multidão nos corredores a espera e cheguei ao cúmulo de ser tanta gente a entrar e a sair e seguido de comentar com o meu marido que a obrigação social e tanta que nem olhei para o meu filho que devia ser a prioridade toda!!!
    Mas como lhe disse.. Vale tudo a pena (já deve ter ouvido muitas mães a dizer isso mas vale mesmo!! E surreal). O resto: e tudo muito secundário.. banalize e se for preciso de um chegue-para-lá.. 😉 Boa sorte, que tudo corra pelo melhor. E aproveite e goze muito que eles crescem super rápido – eu achava uma treta- mas o meu piolho faz para a semana 1 mês e nota se tanta diferença que eu só queria que ele fosse assim pequenino para sempre. Beijinhos

    • July 6, 2017

      Margarida

      Sim, hoje em dia é tudo mais facilitado! Que bom! 🙂 Acho que estou mentalizada para a posição de velhinha, as minhas amigas têm-me avisado e já nos fartámos de rir com isso ahah qual é a cinta paraíso??? Tenho uma da Chicco, que a médica me aconselhou, tipo espartilho… é própria para depois do parto 🙂 Acho que também não vou achar a menor graça à algália, mas tem que ser e se não se sente, melhor ainda! Credo! Nem quero pensar nisso que me sinto uma idosa ahah
      Em relação a visitas, já proibi toda a gente de me visitar! O que seria! Aliás, sempre disse isso! Era o que mais faltava! Estou pra lá de Bagdad e ainda ter que estar a fazer sala, não me metam nesses filmes! Já disse que vou estar num quarto com um sinal de proibida a entrada (excepto os meus pais, irmã, sogros, claro!). Como vou ter no privado, eles não controlam as entradas, é um bocadinho “bar aberto”, mas aí cabe ao João dizer que não vai dar! Eu sei que as pessoas são amorosas e fazem com a melhor das intenções!
      Beijinho e tudo bem para o seu piolho também 🙂 Obrigada pelas dicas! 🙂

      • July 6, 2017

        Rita

        Não se sente a algalia! É na boa. Na minha cabeça era tudo tão mau que foi uma boa surpresa! Mas como disse a leitora de cima: proíba/ limite visitas. Diga q são ordens do pediatra. É um desgaste imenso e as pessoas não têm mesmo noção. É um horror. Tinham me avisado mas nunca pensei q fosse tão mau! É péssimo para o bebe (vai passar mal a noite se tiver algumas visitas – paga-se mesmo a factura), mau para a mãe q fica esgotada (ainda por cima se quiser amamentar) e mau para o casal q não tem tempo para nada. Sugiro lhe q leve uma lanterna pequenina para ter debaixo da sua almofada se quiser ver o bebe sem ligar muitas luzes. O telemóvel não é muito pratico.

        • July 6, 2017

          Margarida

          Ahh que bom! 🙂 As visitas estão proibidíssimas! ahah desde sempre que já tenho avisado toda a gente 🙂 Pais, irmã e acabou! Temos pena, vêm depois a casa 🙂 Beijinho e obrigada pelas dicas!

      • July 10, 2017

        Sara Tavares Campos Pinto

        Sim também usei essa da chicco mas depois de 15 dias passei para umas tipo cueca que espartilha… A da chicco passado um tempo enrola muito e eu sentia mais calor com ela. O meu piolho nasceu no dia de sto António que estava insuportável, nessa semana quando fui para casa tive a sempre com as portadas fechadas para ver se não entrava tanto calor.. É uma seca não podermos por tudo em corrente de ar! Eu ligava a ventoinha no quarto quando estava na sala e vice versa. Espero que ajude já que o seu pequenino, nasce mesmo no calor!!!! Agora usufrua dos últimos momentos com o barrigão e relaxe.. A natureza é fantástica e temos um instinto que parece que fomos feitas para eles e conhecemos melhor que ninguém o nosso bebé. Beijinhos

        • July 10, 2017

          Margarida

          A minha casa até nem é das mais quentes, foi sempre tranquilo, mas este ano naqueles dias de calor infernal passei mal com tanto bafo! Valha-me o ar condicionado e a ventoinha em cima de mim! ahah Correntes de ar é que não me dou nada bem, porque fico constipada e para o bebé também não é muito boa ideia 🙂 Neste momento já não consigo usufruir muito do barregão, já me custa tantoooo a transportá-lo ahah mas também já está mesmo quase 🙂 Beijinhoss

  21. July 6, 2017

    Mariana Sá

    Bom dia Margarida! Quando for para o bloco, e depois de levar a epidural, vão algaliá-la. Não se sente nada, e ficamos com uma linda sonda para a urina. Eu adorei 😂 super prático! Mas paniquei a pensar que ma iam tirar no dia a seguir sem anestesia… mas não senti nada, a não ser um alívio! Suponho que seja um procedimento comum. Beijinhos

    • July 6, 2017

      Margarida

      Ahah que sinistro! MAs tem que ser, não vou pensar nisso 🙂 Beijinhos e obrigada pelo esclarecimento 🙂

  22. July 6, 2017

    Carina

    Olá Margarida. Fui mãe há 6 anos, tive que fazer cesariana pois rebentaram as águas, os médicos esperaram até onde puderam mas eu não dilatava, pelo que fui encaminhada para cesariana. Devo dizer-te que não me custou nada, Mora a 3 km do centro de saúde e 5 dias após a cesariana fui sozinha com a miúda (a conduzir) levá-la a fazer o teste do pezinho. Está tranquila vai correr tudo bem.

    • July 6, 2017

      Margarida

      Que bom!! Vai correr tudo bem, sim! 🙂 Beijinho e obrigada!

  23. July 6, 2017

    Ana

    Mãe de cesaria! Foi ha 7 anos… não foi programada, teve de ser depois de 15 horas em trabalho de parto (nao senti anda… até dormi! lol) mas não tive problemas nenhuns na recuperação. No 2 dia até desci para o piso -1 do hospital para beber um cafezinho com a minha mãe.
    Quanto à cicatriz, a minha medica (que tem um sentido de humor brutal e esta sempre na brincadeira) disse no momento do corte: como é que é biquini ou fato de banho!? e eu respondi muito segura de mim! BIQUINIIIII
    o que é facto é que nao se nota nada… ela receitou-me uma pomada que nao em lembro bem no nome, só sei que começa por um M. tipo gel, fresquinho… colocava religiosamente,de manha e à noite. A minha filha nasceu em finais de julho e como me sentia tao bem, apanhava banhos de sol no jardim de casa mas colocava 2 toalhas por cima da barriga para proteger a zona da cicatriz. Foi mesmo muito disciplinada e o que é facto é que nao se nota nada. nadica.!
    Vai correr tudo bem :))

    • July 6, 2017

      Margarida

      Ai que maravilha!! Também quero ser dessas! Boa disposição já cá canta 🙂 Também espero poder apanhar banhos de sol ainda este ano 🙂 Beijinhos!

  24. July 6, 2017

    Ana

    Margarida, fiz duas cesarianas e na primeira ia cheia de medo… o enfermeiro que não devia nada à simpatia enquanto me levava para o bloco disse “que pena, está com tanto medo que não vai usufruir deste momento único”. Consegui meter o medo de lado e foi tudo maravilhoso. A epidural não custou nada e a partir dai são só emoções inesquecíveis. Em relação às dores do pós também não é nada que não se aguente. Passados poucos dias já nem nos lembramos e a cicatriz é quase imperceptível. Eu repetia já amanha se tivesse coragem se ir ao terceiro 🙂

    • July 6, 2017

      Margarida

      Que bom!! 🙂 Também vou tentar não panicar com a epidural ahah Eu adorava ter 3, vamos ver! 🙂 Beijinho!

  25. July 6, 2017

    maria

    Fiz uma cesariana mais por opção do que por algum problema, embora o médico achasse que o parto normal pudesse ser mais complicado. Foi foi sobretudo uma opção minha. Tive um parto maravilhoso!! Bem humorado, com os médicos e todo o pessoal.Foi rápido, ela nasceu super bem, chorou logo. Não tive dores, nem qualquer problema, à excepção do momento em que nos temos de levantar pela 1ª vez e aí tudo puxa, parece que os pontos vão rebentar. Mas depois disso foram zero dores, óptima recuperação e uma cicatriz pequenissima, muito abaixo da zona do biquini mais reduzido e perfeita.
    Por isso não tenha receio… são mais os mitos que a cesariana causa muitas dores do que propriamente a realidade. Aliás ultimamente são mais os relatos de amigas e conhecidas que no parto normal tiveram uma recuperação dificil do que na cesariana.

    • July 6, 2017

      Margarida

      Vou acreditar nisso, mesmo! 🙂 Se correu bem a tanta gente – pelo menos muitas que têm comentado aqui, também vai correr lindamente comigo 🙂 Com a boa disposição da médica, conto com certeza! Espero que a equipa seja igualmente boa onda! 🙂 Beijinho e obrigada!

  26. July 6, 2017

    Mafalda

    Olá Margarida, há dois anos e meio percebemos (eu e a minha médica) que iamos para cesariana. Bebe sentada, colo do utero baixo e já mais que na recta final. Fui muito nervosa, mas 35 min depois já estava no recobro com a minha bebe e familia. A parte que mais me custou foi só a terem embrulhado para lhe dar um rápido beijo (a sala de cesariana está com temperaturas baixas) e só a vi no recobro onde estava com o meu marido. Depois foram 24 horaa deitada, 4 noites na maternidade mas muito amor naqueles dias e noites a duas. Em casa tive algumas dores na zona da cicatriz, mas a minha medica foi uma querida e fez me sutura intra dermica (zero agrafos ou pontos exteriores), tornou se mais facil de olhar e colocar creme lol Muita hidratacao, descanso e umas duas semanas já estava bem (tive de esperar 3 semanas para carregar o ovo). Não se preocupe com o parto, este nosso corpo está 9 meses a preparar se para ele 🙂 sabe bem o que faz!!!! Depois é desfrutar!!! Beijinhos enormes

    • July 6, 2017

      Margarida

      Olá Mafalda! Obrigada pelo comentário! 🙂 Tudo há-de correr pelo melhor! Já estou carregadinha de Creme Gordo Barral para passar na cicatriz assim que dê para não formar colóide e para cicatrizar rapidamente 🙂 Uma amiga enfermeira disse-me que era fundamental hidratar bem depois de estar cicatrizada! Até lá, o pai que carregue o ovo 🙂 Beijinho grande!

  27. July 6, 2017

    Inês

    Olá Margarida.
    Não consegui ler os comentários todos! Até onde li, felizmente toda a gente lhe deu uma grande força! Ainda bem, que às vezes crucificam logo quem tem cesariana programada sem se saber o que está por trás da decisão.
    Não posso ajudar grande coisa, a não ser relativamente à cicatriz. é numa do “diz que disse”, uma vez que não me foi dito directamente a mim. Ora então cá vai: existe um creme que se chama Elastolabo (se não me engano muito…) que normalmente é usado no períneo, para aumentar a elasticidade dos tecidos ali da zona, diminuindo a necessidade de episiotomias. Não funciona com toda a gente de igual forma, já que eu acabei ainda por levar uns pontinhos… Mas parece que o creme é um excelente cicatrizante, acelerando o processo. Já uma grande amiga minha, não usou este creme (não se sabia da sua existência), mas abasteceu-se de Nívea em lata (e parece que deve ser mesmo esta e não as de garrafa). A verdade é que depois de duas cesarianas, mal se nota a cicatriz.
    Estamos a falar de aspecto por fora… No interior, há que dar tempo ao tempo! Aí não há cremes ou pomadas que ajudem. Exercício físico só depois da consulta de revisão do pós- parto, quando o médico autorizar. Eu por exemplo, tive o que os médicos nomearam de diástese. Na verdade não deverá ter sido nada de exagerado. Fiquei com os músculos um pouco separados, não pode haver ginásio. Estou melhor, mas como deixei mesmo o ginásio, não recuperei a barriga… Já se passaram quase 4 anos, e tenho mesmo de voltar a fazer alguma coisa…
    A amamentação – não tenho o melhor exemplo do mundo, pelo que não vou contar a minha história… O mais provável é a Margarida não passar pelo mesmo, já que somos todas diferentes. Se fosse hoje, eu já não andava sempre com a bomba extractora atrás e teria pedido ajuda a alguma CAM…

    Boa sorte! E lembre-se – o baby blues pode ser terrível, mas vai passar e tudo vai compensar!

    • July 6, 2017

      Margarida

      Obrigada pelo feedback Inês! 🙂 Não conheço esse creme, vou perguntar à médica qual é que aconselha, mas uma amiga minha usou o creme gordo da Barral e ficou impecável! A médica já me disse que posso fazer exercício passado 6 semanas, se tudo correr bem. Espero que sim, que estou mortinha para voltar ao ativo! 🙂 Há sempre momentos menos bons, é verdade, mas acredito que compensa tudo! 🙂 Beijinho

  28. July 6, 2017

    Rita

    Margarida, tive uma cesariana há quase dois meses. Estava cheia de medo mas é super tranquilo. Não se tem dores no pôs parto se se for bem medicada. Queixe-se se sentir alguma coisa! Claro q levantar da cama custa mas para mim foi suportável. Pior foi a subida do leite. Conhece as voluntárias do SOS amamentação? Informe-se antes e guarde os números no telemóvel, pode precisar. 🙂

    • July 6, 2017

      Margarida

      Já tenho esses números todos guardadinhos, para o caso de ser preciso! 🙂 E tenho algumas amigas enfermeiras de obstetrícia que também me vão ajudar, com certeza! Vai tudo correr bem! Em relação às dores, vou pedir logo drogas, para minimizar, claro! ahah Beijinho e tudo de bom 🙂

  29. July 6, 2017

    Ana

    Olá Margarida, no meu caso logo muito cedo se percebeu que, por vários motivos, teria que ser uma cesariana. Também eu tinha muito medo do parto e se por um lado estava assustada com o “ter que ser cesariana”, por outro lado também fiquei mais calma. Acabou por ser uma cesariana de emergência…algumas semanas antes do previsto…mas tudo correu bem. Umas 6 horas depois obrigaram-me a levantar (achei que estava tudo louco…) e tomei um duche com a ajuda da enfermeira. Nos primeiros 2 dias custava a andar mas sobretudo a sair da cama e a deitar…a posição de velhinha é inevitável, mas os medicamentos que dão para as dores ajudam muito. mas quando fui para casa não precisei de tomar mais…
    A maior surpresa foi perceber que a cicatriz era muito mais pequenina que o penso que colocam…mesmo muito pequenina…e passados 4 anos, já não se nota nada…Acima de tudo é preciso ter calma e confiar na equipa médica e nas enfermeiras…
    Espero que tudo corra bem! Depois, as dores e os medos passam, quando se tem um bebé para cuidar…

    • July 6, 2017

      Margarida

      É verdade, tudo passa e confio muito na minha médica! Espero que a equipa de enfermagem que me vai calhar seja impecável também! 🙂 Já sei que vai custar o deitar e levantar, etc, mas tem que ser 🙂 Levantar passado pouco tempo, como toda a gente diz, custa horrores mas é pelo melhor. É acreditar nisso 🙂 Beijinho e obrigada!

  30. July 6, 2017

    Carina Meirinho

    Ola Margarida. O meu filho nasceu de cesariana a meu pedido (tinha horror a parto normal ) e nunca tive dores porque nao esperava que chegassem tomava a medicação antes. Ao 2 dia levantei me com ajuda e nao voltei a precisar. Cada gravidez e parto são diferentes as vezes ate na mesma mulher as experiências variam de filho para filho. Quanto a amamentar eu nao tinha leite bom e o meu filho tinha muita fome. Quando cheguei a casa comecei a dar biberão e fui deixandobo peito ate porque tive uma mastite mas achei curioso a enfermeira questionar a minha preferencia sobre amamentar ou nao porque o fez com naturalidade e asim é que deve ser. Nao é obrigatório! O que importa mesmo é que estejam todos bem e felizes. Um beijinho.

    • July 7, 2017

      Margarida

      Acho que nada é obrigatório, desde que cada uma se sinta bem com as decisões que toma! Somos todas diferentes e o mais importante é que corra tudo bem com a mãe e o bebé! 🙂 Beijinho

  31. July 7, 2017

    Carolina

    Olá Margarida! Está giríssima!
    Fiz 2 cesarianas (não por opção) e correram lindamente! Apesar de ter tido imensa pena de não ter sido parto natural no primeiro (nasceu às 41 semanas, cesariana depois de indução) e no segundo também (nasceu às 40 semanas e mesmo depois de ter feito todas as “mezinhas” para nascer de parto natural), correu sempre tudo lindamente! Então a segunda…5 estrelas! Acho que a pressão de ser parto natural é muito grande! Se não for paciência! O que interessa é que corra tudo bem!
    Desejo as maiores felicidades e que corra tudo bem! Nos primeiros tempos “tente” não ter dores e tome o que os médicos aconselham (nunca aconselham nada que prejudique a amamentação, excepto se for mesmo necessário). É preferível não ter dores e estarmos a quase 100% do que não tomar nada e a tendência ser a piorar!
    Bjs

    • July 7, 2017

      Margarida

      Sim, o que interessa é que corra tudo bem! 🙂 Não vale a pena fanatismos com o parto desta ou daquela forma! E claro que vou pedir drogas, para ter o mínimo de dores possível 🙂 Bejinho

  32. July 7, 2017

    Paula Patrício

    No meu caso, a minha cesariana foi marcada para as 39 semanas porque o bebé estava sentado e, como tive diabetes gestacionais, a minha médica não queria manter a gravidez até às 40 semanas para o bebé não engordar em demasia.
    No dia em que marquei a cesariana (23 Maio), o miúdo deu o ar da sua graça e quis nascer mais cedo. À meia-noite e catorze minutos de 24 de Maio, o meu mais que tudo chegou ao mundo.
    A cesariana não custa nada e a recuperação também não foi nada de extraordinário. Mas, como eu sou uma pessoa bastante tolerante à dor, consegui aguentar o que senti no pós-operatório. Custava sair da cama e levantar-me do sofá. Limpar o corpo depois do banho também era uma tarefa impossível de se concretizar, mas rapidamente a coisa foi ao seu lugar.
    Boa sorte e que corra tudo dentro do melhor!

    • July 8, 2017

      Margarida

      Acho que o levantar, sentar e deitar é o que custa mais… é impossível fazer isso sem mexer os músculos da barriga! Tudo passa 🙂 Beijinho e obrigada pelo comentário!

  33. July 8, 2017

    Ana Roldao Piteira

    Olá,miúda!!!
    Os meus dois babys foram cesariana..e five duals experiencias completamente differences..a primeira a recuperação custou de fato um bocadinho..mas na segunda nao me custou nada de especial..mas se fosse hoje pre feria novamente a cesariana;)..nao tinha nenhuma preferencia especial para um parto normal;)..recuperei super bem das duas ;)..e quanto a Costura mal se nota:)..ate da charme ;)..quanto a levantar se o mais cedo possivel..fui muito preguicosa;)..vai tudo correr bem;) ..beijinhos miuda!!!

    • July 9, 2017

      Margarida

      Não posso ser preguiçosa, já me avisaram ahah ainda bem que correu tudo bem contigo também! 🙂 Beijinhoss

  34. July 10, 2017

    Diana Santos

    Mãe de cesariana por opção :).
    Recuperação fantástica!
    Foi a melhor opção, para mim, que nunca quis um parto natural, tinha pânico só de pensar.
    Vai correr bem, vais ver, confia no profissional de saúde e segue à risca as suas indicações, é o meu melhor conselho.
    Beijinhoooos boa sorte 🙂

    • July 10, 2017

      Margarida

      Confio plenamente e estou cada vez mais contente com o vosso feedback! 🙂 Yeah! Beijinhos e depois conto a minha (espero que ótima ahah) experiência 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *