lifestyle || May 31, 2017

Maternidade: amamentação (o drama!)

Era um tema que desconhecia por completo. Ainda não conheço muito, a verdade é essa! Daqui a uns meses vou poder falar com mais propriedade…

Para já, queria partilhar algumas coisas com vocês e também ter a vossas opinião!

Como foi com vocês? Foi na boa e recomendam? Ficaram tão traumatizadas que nem querem falar sobre isso? 😆

Acho que, tendo toda a informação do nosso lado, conseguimos mais facilmente minimizar os momentos maus relacionados com a amamentação. Estou certa??

Já foi um tema falado no Curso de Preparação para o parto, mas ainda nada muito aprofundado (lá chegarei!) e há uns tempos tive uma dose intensiva sobre amamentação com a Medela – uma marca que as minhas amigas dizem ma-ra-vi-lhas – e foi um misto de “OMG o que me espera” com “vai tudo correr bem, calma, Margarida” ahah

Pelo que pude perceber, é importante não “panicar” e levar tudo com alguma tranquilidade e serenidade, porque se nos stressamos (acredito que seja muito fácil!) é meio caminho andado para correr mal.

Aconselharam-me a aplicar o Purelan a partir dos 7 meses de gravidez, para prevenir possíveis feridas no peito e já estou “kitadíssima” com a bomba de extração do leite da Medela.

Umas amigas aconselharam-me “O Livro do Bebé Feliz”, de Gina Ford (uma inglesa com muita experiência em cuidados infantis que já lançou vários best sellers) e tenho gostado muito de ler. Basicamente aconselha-nos a criar uma rotina com o bebé logo desde que chegamos a casa, não só em relação à amamentação, mas especialmente! Se o bebé mamar mais durante o dia, à noite não vai acordar tantas vezes, porque dorme mais saciado. Ainda tenho dois em fila de espera: “The Best Friend’s Guide to Motherhood” e “What to expect when you’re expecting”. Falta-me tempo para conseguir despachar tudo nos próximos meses…

Soutiens de amamentação… tenho que falar sobre isto! Achei que não ia encontrar nunca um que gostasse! ahah sempre usei soutiens com aros (até para dormir! Escusam de dizer que faz mal, a minha médica diz que não faz mal nenhum) e quando entrava numa loja perguntava: “tem soutiens de amamentação com aros?” Olhavam sempre para mim com o ar mais sinistro do mundo tipo “esta passou-se! Claro que não!” Como assim “claro que não!”??? Se houvesse, eu comprava! Aparentemente a Medela tem, mas não se vende em Portugal. Bem… já que não havia com aros, experimentei três marcas: H&M que achei que não dava suporte absolutamente nenhum, não me convenceram… os da Chicco e Medela são os melhores que experimentei! Sem aros, é verdade, mas muito confortáveis e com um bom suporte para o peito. Quais os que recomendam desse lado?

Há pouco tempo na Well’s havia uma promoção: na compra de dois soutiens de amamentação Medela, ofereciam uma embalagem de Purelan. Aproveitem que vale imenso a pena! 😀

Instagram @styleitup

Margarida

Hi! I’m Margarida, style and beauty blogger at Style it Up

Comments

    • May 31, 2017

      Margarida

      Oh God! Espero não ter uma experiÊncia traumática porque não sei se vou aguentar esse tempo todo em sofrimento… vamos ver 🙂 Obrigada pela dica! Beijinho

  1. May 31, 2017

    Paula Magalhães

    Há soutiens de amamamentar com aro na La redoutte e na verbaudet? Tudo de bom!

    • May 31, 2017

      Margarida

      Obrigada!! Agora estou a adorar estes que tenho – e não sei se vou comprar mais, mas fico muito contente em saber que afinal há com aros! ahah Beijinho e obrigada! 🙂

  2. May 31, 2017

    Mariana

    Olá! A amamentação é um momento lindíssimo entre mãe e filho, mas que normalmente necessita de algum “investimento” da nossa parte. Na minha experiência pessoal, no início custa um bocadinho (porque dói) mas como tudo, com o tempo, melhora muito! É importante manter a calma e não desistir logo! E de preferência, ter alguma profissional que ajude caso seja necessário. Eu sabia a teoria toda mas isso não me impediu de não reconhecer que o meu filho não estava a fazer uma pega correta e que a posição em que o colocava a mamar também não era a ideal (corpo de frente para nós, barriga com barriga)…foi vital a ajuda preciosa de uma enfermeira da maternidade! É preciso também ter em atenção que, para quem faz cesariana, o leite demora mais tempo a aparecer por isso é importante não ficar “stressada” nem triste por não conseguir amamentar nos primeiros dias…há-de conseguir! E claro, se não estiver a correr bem, há que seguir em frente: há toneladas de gente inteligente que nunca mamou 🙂
    Em relação ao Purelan, concordo que é fabuloso (como tudo da marca) e é essencial ter sempre à mão…mas atenção que mancha os soutiens/roupa! Eu usava discos para prevenir as nódoas.
    Por último (perdoem-me o testamento), existem soutiens de amamentação com aros! Como tenho um peito muito grande compro sempre os soutiens na Dama de Copas e lá eles transformam qualquer soutien num de amamentação. Pode ter soutiens com aros e giros! Para dormir usava um da Medela sem aros e muito fininho que na altura comprei na Asos.
    Boa sorte, vai ver que vai correr tudo bem! 🙂

    • May 31, 2017

      Margarida

      Obrigada pelas dicas, Mariana! Também já tenho o contacto de uma enfermeira especialista para o caso de ser preciso! 🙂 Também tenho algumas amigas enfermeiras, o que também deve ajudar, correrem cá para casa em SOS ahah Já percebi que afinal há alguns sítios que vendem soutiens de amamentação com aros, não sei porquê não me lembrei de procurar nesses sítios… restringi-me ao Cascaishopping mesmo ahah mas agora estou a adorar os da Medela e o que tenho da Chicco também! 🙂 Beijinho

  3. May 31, 2017

    Susana

    Por aqui na primeira semana de amamentação depois de uma cesariana. O meu leite subiu sem problemas e a bebé sempre pegou super bem. Mas mesmo assim está a ser o mais difícil. Na maternidade ensinam muitas dicas úteis, pelo menos onde eu tive ensinaram, foi bem mais útil que o curso. Muito importante depois do leite subir: em cada mamada massajar o peito com panos quentes e depois da mamada massajar com bolsa de frio. Usar o nosso leite para cicatrizar o mamilo e depois o purelan. É cansativo. Ah e desfazer os caroços de leite enquanto ele mamar! Ela mesmo pegando bem, adormece muito é mesmo q mame só 30 minutos leva quase uma hora. Cada vez que pegam na mama doi! Muito! Mas vai melhorando. Percebo tão bem quem desiste e dá só suplemento. É tão mais fácil e qualquer um pode dar, não doi e é mais rápido. Estou me a esforçar e espero mesmo por mim e por ela não desistir. O meu marido tem sido um apoio essencial! Soutien gosto muito do da triumph, mas como se sujam muitoooo vou experimentar um da medela. Beijinhos

    • May 31, 2017

      Margarida

      Obrigada pelo feedback, Susana! Espero que continue tudo a correr bem 🙂 Vou rezar para ter uma experiência incrível ahah mas se correr menos bem, é normal e não vou “panicar”, Beijinhoss

  4. May 31, 2017

    Célia

    Na minha opinião, acho que o importante é quereres mesmo muito amamentar, de outra forma desistes à primeira dificuldade 🙂 O livro da Constança (conhecida como a fada dos bebés) vale mesmo a pena ler. Soutiens de amamentação com aros, ANITA. Os melhores!

    • May 31, 2017

      Margarida

      Quero muito, mas se me custar horrores não sei se vou andar em sofrimento durante meses… vamos ver o que acontece! 🙂 Não conheço essa marca Anita! Beijinhos e obrigada pela dica 🙂

  5. May 31, 2017

    Ana

    A vertbaudet tem soutiens de amamentação com aros.. e até tem rendinhas ??

    • May 31, 2017

      Margarida

      Já estou a ver que não procurei bem! ahah não sei se vou precisar de mais, mas para a próxima já sei 🙂 Obrigada pela dica! Beijinho

  6. May 31, 2017

    Catarina

    Olá Margarida, como sugestão de leitura recomendo-lhe o livro “Manual Pratico do Aleitamento Materno” do Dr. Carlos Gonzalez, foi o meu livro de cabeceira durante meses…
    Outra coisa que me ajudou imenso foi ter feito um WK organizado pelo SOS Amamentação.

    • May 31, 2017

      Margarida

      Já fiz um workshop na Medela e foi assim o primeiro contacto que tive com o tema! Gostei imenso! No curso de preparação para o parto com o Institut4Life também abordamos o tema e ajuda imenso a tirar dúvidas e recolher dicas, mas as vossas dicas também são sempre ótimas! Vou pesquisar esse livro 🙂 Beijinho e obrigada!

  7. May 31, 2017

    Sofia

    Olá Margarida. Há com aro, sim! ? Anita ou Chantelle. Tem no El Corte Ingles. Não usei logo no início, mas passado algum tempo são os melhores (para mim!)! Boa sorte!

    • May 31, 2017

      Margarida

      Lá está: só procurei no Cascaishopping ahah não foi muito exaustiva a minha pesquisa, está visto! 😆 mas estou a gostar mesmo muitos os que tenho da Medela e Chicco! 🙂 Se precisar de mais entretanto vou pesquisar esses no ECI. Beijinho e obrigada! 🙂

  8. May 31, 2017

    Rafaela Santos

    Olá Margarida,

    Por aqui foi, e continua a ser maravilhoso! A Luísa tem quase 8 meses e ainda mama! Ela adora e a nós facilita nos imenso a vida não termos de andar com mais tralha atrás!
    Nada de pânico que vai correr bem!
    A medela é ótima, também usei e abusei do purela e nem uma greta nem nada no peito!
    Beijinhos ?

    • May 31, 2017

      Margarida

      São estes testemunhos que me fazem acreditar que comigo também vai ser assim ahah fingers crossed 🙂 Beijinho e obrigada pelo feedback 🙂

  9. May 31, 2017

    Célia Ramos

    No inicio doía, mas foi apenas na 1ª semana, também porque foi cesariana, depois não se passava nada, foi sempre impecável! Lia tudo o que me aparecia à frente sobre o assunto e isso ajudou imenso. O único creme que usava no mamilo era da bephantene, nem uma greta ou ferida, Foram tempos lindos, tomara que os teus sejam igualmente belos.

  10. May 31, 2017

    Cristina

    Olá, amamentei em exclusivo até aos 6 meses (só nessa altura introduzi a comida) e até aos 3 anos 🙂 Pelo meio tive muitas dúvidas, 3 mastites, mas um bebé que nunca me mordeu e sempre mamou lindamente, apesar de sempre ter recusado biberões. Não foi facil, mas adorei amamentar. Só retirei a mama há 6 meses e foi super tranquilo. A pediatra também sempre acompanhou a situação. Se puder, experimente. Eu achei MARAVILHOSO <3

    • May 31, 2017

      Margarida

      Se puder dar de mamar, vou dar, claro! Mas até aos 3 anos nem pensar! Eles têm dentes! Não consigo ahah Beijinhos e obrigada pelo feedback 🙂

  11. May 31, 2017

    Ana Luisa

    Olá Margarida mais uma vez! Eu adorei há 11 anos amamentar a minha filha, para mim é um momento único e, mesmo com alguma do ou desconforto, achei sempre tudo suportável, e sem grandes dramas. Nesta gravidez não vou investir em nenhum soutien de amamentação – tenho comprado na Intimissimi soutiens lindíssimos, também para me sentir sexy no meio destas mamocas gigantes (detesto) e tenho comprado aqueles novos com renda que são super práticos – pois baixa-se um pouco a renda e voilá o mamilito está de fora. Existem com e sem aros. Beijs

    • May 31, 2017

      Margarida

      Também odeio peito grande, mas é o que temos neste momento, não há nada a fazer ahah eu adoro esses soutiens, mas vou esperar para usar depois de voltar tudo à normalidade 😉 Beijinho e tudo a correr bem com esta 2ª gravidez 🙂

  12. May 31, 2017

    Ana

    Olá Margarida! A mim nao m esta a custar muito…a minha bebé tem 3 semanas e ate ver só tenho algumas dores no final do dia, pelo que uso ao deitar as conchas com uma pomadinha, e no dia seguinte acordo melhor. Ainda nem comprei nenhuma bomba. Soutiens uso os da Women Secret e gosto bastante. Um beijinho e felicidades

    • May 31, 2017

      Margarida

      Que bom!! Espero ser assim também 🙂 Beijinho e parabéns pelo bebé!

  13. May 31, 2017

    Brigitte

    Por aqui, os primeiros 10 dias também foram complicados. Tinha tretas em ambos os mamilos e durante 3-4dias foi sofrimento puto. Consegui resolver através da extração de leite com uma bomba, depois disso nunca mais voltei a usá-la e nem voltei a ter dores. O meu bebé tem 5 meses e continua a mamar sem qq problema. Sempre só na mama. Não faço extração de leite para pôr no biberão. Desvantagem: não pode ficar com ninguém para além de mim. No dia em que beber do biberão vai ser leite artificial. Sinto-me um pouco vaca leiteira a tirar leite para colocar no biberão.
    O aleitamento materno é muito bom para o bebé, é muito prático para a mamã, mas hoje penso que se lhe tivesse dado leite artificial tinha tido uma vida bem mais tranquila, na medida em que este tem uma digestão mais lenta e o bebe dormia 2-3 horas seguidas em vez dos 20 minutos de quando mamava na mama…. (na primeira semana chegou a beber leitinho artificial algumas vezes tal era a minha desorientação por ele querer sempre mais ao fim de 20minutos)… com tanta demanda pela mama, o meu bebé acabava por adormecer na mama e hj associa mama a dormir e não sei como fazer para tirar esse hábito….
    Se tiver outro filho vou ponderar muito bem se ele mama ou não…
    Faça um workshop sobre amamentação. Aconselho muito

    • May 31, 2017

      Margarida

      Obrigada pelo feedback! 🙂 Já fiz um workshop com a Medela e gostei muito! Não vou ter tanto tempo de licença (só vou ter 1 mês mesmo, apesar de trabalhar em casa), por isso não quero criar tanta dependência e acho que a bomba vai ajudar. Vamos ver como corre 🙂 Beijinhos

  14. May 31, 2017

    Diana

    Olá Margarida.
    Há algum tempo que acompanho o vosso Excelente Blog.
    Mas só agora decidi comentar 🙂

    Fui mãe há uma ano e tive altos e baixos neste primeiro ano, que eu acho eu ser normal.
    Relativamente à amamentação o meu pequenino quando nasceu pegou no peito na sala de partos o que para mim é uma sentimento que não se consegue explicar… Um sentimento bom.
    Após isso, ele pegava mas não sugava pelo que tiveram que lhe dar leite adaptado nos dois primeiros dias de vida…Mas eu confiante, ao final do segundo dia lá me coloquei confortável é com insistência o meu pequenino lá Mamou ? para mim um desejo tornado realidade.
    Mamou até aos 10 meses e depois simplesmente não quis pegar mais no peito apesar de eu ainda ter leite.
    A verdade é que nestes meses tive que tirar leite com a bomba pois o meu bebé era um preguiçoso… Mamava até chegar à parte mais espessa,onde o leite já não flui com tanta facilidade e ainda lá lhe dava o biberon com o leite materno porque ia tirando ao longo do dia.
    A verdade é que toda a experiência está relacionada com a nova vontade de amamentar e a nossa disponibilidade física e mental. Apesar de ser muito mas mesmo muito ser gratificante também é desgastante ? Mas melhora com o passar do tempo.
    Também usei o purelan e nunca tive uma treta, agora se é do creme ou não, não sei?
    Um beijinho e tudo a correr nesta fase maravilhosa.

    • May 31, 2017

      Margarida

      Obrigada pela partilha Diana 🙂 Não sei se vou querer dar durante tanto tempo, mas também não sei se vou mudar de opinião quando ele nascer… vamos ver! 🙂 Beijinho e obrigada!

  15. May 31, 2017

    Cátia Carranca

    Não te preocupes com isso agora Margarida, mesmo que recolhas toda a informação possível só na altura saberás o que fazer. Comigo correu muito bem graças ao apoio e ajuda do meu marido durante os 10 dias que estivemos internadas. Quando finalmente chegámos a casa criamos rotinas e a adaptação foi tão natural… Estávamos e somos tão felizes <3 Os filhos trazem-nos luz! Como já disseste e bem é muito importante não panicar porque por incrível que pareça o leite não sai se estiveres possuidíssima da cabeça 🙂 A experiência é das melhores coisas que se pode passar na vida! Eu senti uma felicidade tal que qualquer palavra me parece pouco para descrever o que senti! Mas atenção, se houver problemas com a amamentação vai até onde tu achares que deves ir porque ficar obcecada com isso também não é bom e com o leite adaptado também se criam. Os soutiens usei da H & M e gostei, o meu peito não cresceu só engordou com o leitinho por isso para mim serviram bem.

    • May 31, 2017

      Margarida

      É isso mesmo Cátia! Também penso assim! 🙂 Relax e a coisa vai correr bem. Em relação aos soutiens, experimentei um da H&M e não gostei muito… 🙁 Beijinho e obrigada pela partilha! 😀

  16. May 31, 2017

    Sofia

    Olá Margarida. Tenho um menino com 2 anos e a minha experiência foi a seguinte: Ele nasceu no hospital de Leiria, onde as enfermeiras são 5 estrelas e puxam muito por nós para amamentar. No entanto o meu filhote não pegava na mama. (Pelos vistos era por eu ter o bico da mamã muito liso :)) Ao mesmo tempo eu sentia muita pressão e eram muitos nervos quando chegava a hora de ele mamar. Até que ainda no hospital eu tirava leite com a máquina e dava-lhe no biberão. E assim vim para casa. Arranjar máquina da Medela e comprar biberões. 🙂 E foi assim o meu primeiro mês. A máquina é espectacular!!! Estou grávida do segundo e vou comprar outra, porque o motor da primeira estragou de tanto uso!! Nesse primeiro mês nunca desisti… Nas minhas calmas e sozinha ia colocando sempre o bebé à mama, e como ele não pegava, dava-lhe biberão. Até que um dia!!!! Ele pegou!!! Eu nem queria acreditar! Passado um mês ele começou a mamar… 🙂 E mamou até aos 9 meses. Apenas porque ficou doente e deixou de querer. Durante todo este tempo amamentei e tirei leite com a máquina para guardar! Era óptimo porque conforme onde estava ou como me sentia, eu dava mama, ou dava biberão. Por mais que seja muito natural, eu nunca me senti muito bem a amamentar em alguns locais e dava-lhe biberão! Temos de levar este assunto com muita naturalidade… Quero fazer o mesmo com este segundo bebé! Vai correr tudo bem consigo!
    Em relação aos soutiens, experimentei H&M, La Redute e Oysho. Nunca gostei de nenhuns! Usava normais… Beijinhos e felicidades!

    • May 31, 2017

      Margarida

      Olá Sofia! Obrigada pela partilha! Acho que o truque é tentar levar tudo com naturalidade, sim! 🙂 Em relação aos soutiens, também achava que não ia gostar, porque toda a vida usei com aros (até para dormir!), mas estes que experimentei convenceram-me 🙂
      Espero que continue tudo a correr bem com este 2º bebé 🙂 Beijinhos

  17. May 31, 2017

    carla

    Olá Margarida,
    O importante, na minha opinião, é estar tranquila e ter informação. A minha filha tem dez meses e ainda mama. No início foi um bocadinho complicado, doi e ela como tinha pouco peso não tinha muita força para puxar o leite e ficava irritada e eu também.Na maternidade ajudam e dão dicas muito úteis. Ainda hoje tenho de ter cuidados, por exemplo, quando ela passa algumas horas sem mamar, os ductos ficam entupidos e é preciso colocar compressas quentes ou tomar um duche com água quente.
    Em relação aos soutiens uso da oysho e gosto bastante (os mais fortes, dão mais suporte, os mais finos não gostei).
    Beijinho e vai correr bem ?

    • May 31, 2017

      Margarida

      Olá Carla! Também acho fundamental termos a informação do nosso lado e estar tranquila 🙂 Acho que estou! A informação ainda continuo a recolher e vocês também dão dicas ótimas! 😉 Não experimentei os soutiens da Oysho, quando lá fui à procura só perguntei se tinham com aros e como me disseram que não, acabei por nem experimentar os que existem. Normalmente adoro a Oysho, mas estes soutiens ainda tenho que experimentar 🙂 Beijinho e obrigada!

  18. May 31, 2017

    Ana

    Olá Margarida, fui mãe há quase 4 meses e amamento a minha filha. A 1ª semana não é fácil, e percebo porque algumas pessoas desistem. Mas o importante é quereres e lutar por isso. Acontecem muitas mudanças ao mesmo tempo, tens um bebé, és mãe pela primeira vez, vais para casa ao fim de uns dias, há um pico de crescimento, o leite sobe… não vou mentir, os primeiros dias são bem dolorosos. Caroços, mamãs gigantes cheias de leite, dor quando pega no mamilo… mas depois passa tudo, de um dia para o outro! A produção ajusta-se ao teu bebé, as dores desaparecem, quase por milagre! A Medela Swing é a minha melhor amiga para quando tiro leite para congelar ou para deixar a miúda com alguém. E o Purelan comecei a aplicar no último mês de gravidez. Se precisares, pede ajuda a uma CAM. ?

    • May 31, 2017

      Margarida

      Acho que vou querer uma CAM a viver cá em casa nos primeiros tempos ahahah o Purelan já estou a por, como me aconselharam no workshop que fiz, espero que resulte 🙂 Não estou preparada para sofrer horrores como acontece com muitas, por isso acredito que vai correr tudo bem 🙂 Beijinho e obrigada pela partilha!

  19. May 31, 2017

    Mónica

    Olá. Antes de mais, parabéns pela gravidez! 🙂 Fui mãe há nove meses. O meu filho sentiu, no início, dificuldades em mamar, o que me deixava triste e frustrada, pois, mesmo não sendo nada fundamentalista na questão da amamentação, achava que o leite materno era o melhor para ele. É realmente fácil desistir de amamentar e, por vezes, é necessário ajuda para prosseguir. Depois destas dificuldades iniciais, tudo tem corrido bem. Por aqui, não tem sido uma experiência nada traumática. Pelo contrário! 🙂 Com nove meses, ainda mama de manhã, antes de dormir e durante a noite! 😉 Deixo apenas este testemunho positivo, pois tudo o que envolve a gravidez, parto e maternidade pode ser, realmente, assustador. Que tudo continue a correr bem com a gravidez e que seja uma hora pequenina quando chegar o momento de chegar o pequenino. 🙂

    • May 31, 2017

      Margarida

      Obrigada Mónica! Assusta um bocadinho, porque é tudo novo, mas vai correr bem! 😉 Beijinhoo

  20. June 1, 2017

    Marta Gonçalves Pinto

    Melhor conselho que recebi, se é algo que quer fazer: não desistir num dia mau 🙂 estou a adorar a experiência, claro que não é tudo cor de rosa, para mim o mais difícil é o dormir às prestações. Vai correr bem. Confiança nas maminhas, amamentar em livre demanda (mtoooo importante!! Não há horários!) E aproveitar 🙂 felicidades

    • June 1, 2017

      Margarida

      Também não sei se vai ser muito fácil dormir às prestações ahah estou a acreditar que o Manel vai ter muuuuuito sono durante a noite 😀 quanto à livre demanda na amamentação não sei se vou conseguir, acho que prefiro tentar ter regras… bem, tudo muda a partir do momento que ele nasce 🙂 Beijinho e obrigada pelo feedback

  21. June 1, 2017

    Sandra Santos

    Por aqui a amamentação foi muito pacífica! Foi muito natural e continuo a amamentar e o meu filho tem 12 meses! No início ficamos um bocado presas, mas também nunca soube o que é esterilizar biberões, tetinas, ir a correr comprar leite porque acabou!
    Os primeiros 15 dias foi a parte mais difícil porque não nos conhecíamos muito bem, mas depois simplesmente deixei me levar pelos instintos e correu tudo bem! Se precisares de ajuda à imensas conselheiras da amamentação que podem ajudar, e mais vale pedir ajuda no início do que quando já não há nada a fazer! Quando o JD tinha 10 dias pedi um domicílio de uma enfermeira conselheira da amamentação que me ajudou imenso! Valeu imenso a pena!
    Sobre os sutiens de amamentação há sim com aros! Em Portugal! Existem os da Anita e comprei um que adoro da Chantele, no El corte inglês!
    Boa sorte, é uma viagem só nossa e do bebe que vale tudo ?

    • June 1, 2017

      Margarida

      Obrigada pelas dicas! 🙂 Não vou hesitar em chamar uma CAM! Beijinho

  22. June 1, 2017

    Maria

    Olá Margarida,
    Eu sou uma daquelas pessoas que queria amamentar, porque é o melhor para o bebé e todas as coisas bonitas que nos vendem, mas não criei grandes expetativas. Os exemplos que me eram mais próximos a amamentação deu-se até aos 4 meses, ou 6 na loucura. Por isso achava que ia chegar o dia em que o leite secava e pronto.
    Tive sorte, muita sorte, a Camila pegou lindamente na mama e era uma despachada (mamava no máximo 15mins, sendo que o normal eram 5-10mins). Tive obviamente umas feridas no inicio, até o peito ganhar calo, mas depois foi sempre muito tranquilo 🙂 ela funcionava um pouco como relógio e só mamava quando ela queria! Se eu oferecesse, porque tinha dores de ter o peito cheio, ela não mamava e nessas situações tinha de retirar um pouco com a bomba. Confesso que tudo correu com muita normalidade e serenidade e a amamentação prolongou-se até aos 18M, altura e que ela rejeitou. O leite não secou logo mas foi secando naturalmente.
    Se gostei de amamentar? Vou ser o mais sincera possível, não. Não achei que fosse aquele momento enternecedor e cheio de floreados que relatam nos cursos. Era um momento. Mas foi fácil, muito fácil. até aos 8M ela despertava 1/2 vezes por noite mas era muito calma e mamava com a luz de presença e adormecia logo e depois dos 8M começou a dormir a noite inteira. A partir dos 12M só queria mamar de manhã quando acordava e assim foi até ela rejeitar 🙂
    O segredo é um pouco aquilo que refere no post: “tranquilidade e serenidade”.
    Quanto aos sotiens, e como já disseram, a Vertbaudet e a LaRedoute tem sotiens com aros bastante bons, no inicio os sem aros cumprem bem a sua função mas com o passar do tempo vai notar que depois de o bebé mamar não há sotien que segure as mamas vazias e aí os sotiens com copa e aro elevam a estima quando estamos fora de casa 😉 A Anita tem umas cintas de grávida maravilhosas!!
    Felicidades e espero que corra tudo bem 🙂

    • June 1, 2017

      Margarida

      Que boas dicas, Maria! Obrigada! 🙂 Sim, tenciono voltar aos soutiens com aros daqui a uns meses 🙂 Também não estou na loucura “vai ser o momento mais bonito da minha vida” a amamentação, mas é uma coisa que quero fazer (se conseguir!), por achar que é o melhor. Tudo se faz, com a tal calma e tranquilidade, acho 😆 vamos ver! Beijinho e obrigada pela partilha 🙂

  23. June 2, 2017

    Ana Pereira

    Olá mamãs.
    Eu estou grávida pela primeira vez, cinco meses da Carlota, e para já uso os meus soutiens. Já me deram a dica de comprar os de amamentação lá mais pró fim dos tempos para comprar um número correto para depois da bebé nascer. Creio que optarei pelos da Medela assim como o creme. São os que têm melhor feedback.
    Entretanto também frequentarei o curso de preparação para parto que acho que saber não ocupa lugar. Já fui a um workshop de bem-estar fetal e primeiros cuidados e adorei. A troca de experiência é muito enriquecedora.
    Um beijinho a todas.

    • June 2, 2017

      Margarida

      Eu quando comprei soutiens novos comprei logo estes, porque umas amigas me aconselharam. Assim sempre poupamos andar agora a comprar dos “normais”, porque vamos mesmo ter que comprar de amamentação 🙂 Beijinho e desejo que tudo continue a correr lindamente 🙂

  24. June 2, 2017

    Sónia

    Aqui mãe de três, todos amamentados com sucesso. O primeiro até aos 15 meses, a segunda até depois dos dois anos e meio (sim, já tinha dentes e não usava fralda) e a mais nova, quase com 15 meses mama que é um gosto.
    A amamentação não é nem tem de ser um drama. Vejamos, é a maneira mais natural de alimentar uma criança, a nossa sociedade é que dramatizou a coisa com o advento dos biberões e leites artificiais, que têm a sua utilidade, mas que se substituíram em excesso ao leite materno.
    O nosso corpo sabe, normalmente, o que faz e o nosso instinto está lá, só temos de o saber ouvir. Quando o bebé chora, o corpo da mãe reage. É uma coisa fascinante, na verdade.
    Agora, ser mãe significa desde logo uma entrega. Desde a gravidez, em que abdicamos de alguns hábitos, entregamos o nosso corpo e aguentamos desconfortos pelo amor que temos ao nosso bebé. Porque temos então de recusar isso assim que o bebé nasce? A amamentação (como outros aspectos da maternidade) envolve uma grande entrega e algumas cedências no nosso tempo, conforto e algum bem-estar, em prol do bem estar do nosso filho. Dói? Na primeira semana, enquanto o bebé está a aprender a pegar na mama pode doer ao princípio (perdi a conta às vezes que interrompia a mamada para corrigir o modo como aquelas boquinhas estavam a tratar do assunto), mas se continuar é melhor pedir aconselhamento. Cansa? Sim, claro, o bebé tem um estômago pequenino e tem de mamar muitas vezes e a privação de sono é dolorosa. Tira-nos o tempo? E para que queremos o nosso tempo? Temos um bebé pequenino, que só vai ser assim por tão pouco tempo que até se vai espantar. Amamentá-lo permite-lhe aproveitar ao máximo esses dias intermináveis enquanto se transformam em anos curtos. Passa demasiado depressa.
    Sei que cada uma tem a sua personalidade, as suas prioridades e as suas expectativas. Mas não parta do princípio que será demasiado difícil, que é um drama. É como tudo, faz-se, tentando, aprendendo, amando. Peça ajuda, se precisar, e lembre-se de que o que fizer com amor será o melhor. Ouça o que lhe diz o seu coração, é o melhor conselheiro. Que tudo corra bem.

    • June 2, 2017

      Margarida

      Obrigada Sónia pelo testemunho! Não acho que seja propriamente um drama 🙂 o título foi exatamente porque é essa a ideia que a maior parte das pessoas tem… eu acho (sinceramente!) que vai correr bem, estou de mente aberta e a tentar ser o mais descontraída possível para que tudo corra pelo melhor, mas com a consciência de que pode haver contratempos menos bons, mas que passam rápido. Vai correr bem! 🙂 Beijinho e obrigada!

    • June 6, 2017

      Carla

      Amen!

  25. June 3, 2017

    Beatriz

    Olá Margarida. Por aqui correu bem mas só aconselho o purelan se não fizer feridas. O que aconselho vivamente são as conchas da medela que são óptimas para ter no peito sempre(até quando estamos na rua, apesar de se notar se tiver roupa justa). Optei sempre por camisas largas para que pudesse usar as conchas para o peito estar sempre “ao ar”. É o melhor, acredite. Em relação ao amamentar, sempre sem stress e nunca deixe que interfiram no vosso momento com comentários desnecessários. Confie em si e pense q é a única pessoa que pode alimentar o seu bebé da forma mais natural. Se não correr bem não stresse, hoje em dia os leites adaptados são feitos a pensar no bem estar dos nossos pequeninos. O que importa é mesmo estar relaxada para que não transmita stress ao bebé e que seja o bebé mais feliz do mundo. Espero que corra tudo bem e que sinta o que eu senti quando a minha filha nasceu, um amor, uma paixão que não sabia que algum dia podia sentir. Um grande beijinho e boa sorte 🙂

    • June 3, 2017

      Margarida

      Obrigada Beatriz pelas dicas! também já tenho essas conchas 🙂 Vai tudo correr bem (espero! ahah) Beijinho e obrigada

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *