lifestyle || February 22, 2017

Gravidez: limitações de comida

Ainda estou na dúvida se hei-de abordar mais temas relacionados com a gravidez, assim numa de conversa. Acham que sim ou nem por isso? O Style it Up não vai virar um mommy blog, no entanto, acho que é importante trocarmos algumas opiniões 🙂 Eu gosto de saber da vossa vasta experiência e também para as outras grávidas terem mais informação. O que acham sobre isso? Digam aí 😉

No outro dia alguém me deixou um comentário a pedir que falasse mais sobre a imunidade (ou não) à toxoplasmose. Não sou imune (raios!! Adorava! Não se pode ter tudo…) e isso implica não poder comer uma série de alimentos fora de casa, nomeadamente saladas (e tudo o que vem da terra, basicamente, desde que não seja cozinhado), pela simples razão de não ter a certeza como são lavadas (ou se são, de todo, lavadas…). Numa situação normal não pensamos muito nisso (nunca tinha pensado!), comemos a nossa saladinha e vamos à nossa vida! 🙂 numa gravidez isso pode complicar a saúde do bebé e é tudo o que não queremos neste momento 🙂

Não sou nada fanática com a alimentação (nem com nada assim em geral, na verdade). Na minha opinião, temos que aproveitar o momento o mais possível e não pensar em coisas terríveis, sempre com a devida precaução, obviamente 🙂

Como praticamente tudo, à excepção do seguinte: presunto (não sonham as saudades que tenho de presunto!!! Babo só de pensar 😆 ) – porque é considerada carne crua (acho!); carne de vaca mal passada (o-d-e-i-o carne bem passada, é outra coisa que me custa horrores, mas tudo bem!! São só uns meses! E tenho tentado evitar, porque não me sabe nada bem o raio da carne bem passada); queijo que não seja pasteurizado (já devo ter comido sem saber, não é o fim do mundo, está tudo bem!); sushi cru (a médica não me proibiu, mas há uns anos jantei num sushi em Lisboa muito bem recomendado e fiquei péssima com uma quase-intoxicação, pode acontecer… Prefiro não arriscar. Se me apetecer muito, vou nos cozinhados para matar a saudade!).

Tirando isto e as ostras e tinta de choco (aos quais sou, infelizmente, intolerante) como de tudo feliz da vida 🙂

As saladas só como em casa mesmo, porque desinfecto com vinagre (amukina sabe a lixívia, não consigo!). Mesmo assim, confesso que sou muuuuuuito preguiçosa e em casa depois já não me apetece tanto, só de pensar que tenho que ir lavar tudo cuidadosamente… na rua é que me apetecia 😆 não facilita em nada a meta que a médica me obriga a cumprir: ganhar apenas 1kg por mês… (quem é que inventou isto?? Alguém que nunca teve a minha fome, com certeza!) não está a acontecer e duvido que cumpra algum mês… tenho fome, pessoas!! Muita fome mesmo!! Vocês também têm a sensação de ‘buraco no estômago’ uns minutos depois do jantar?! 😆 ninguém merece andar com fome, por isso, quero lá saber… depois logo penso nisso!  😳

O engraçado (e bom!!) é que não estou tão gulosa como habitualmente… apetece-me mais comida a sério, do que doces e porcarias. Obviamente que tenho os meus momentos… 😆 não há embalagem de gomas que sobreviva mais de 3min às minhas vontades…

Há mais alguma coisa que não comam? Porquê? Contem-me tudo!

Truques e dicas maravilhosas para partilhar? Digam aí! 🙂 Há algum outro tema que acham que vale a pena falarmos aqui? Sim, porque isto é uma conversa, façam o favor de se manifestarem, não gosto de falar sozinha ahah

Beijinhos!

Instagram @styleitup // Snapchat @styleitup.mag

Margarida

Hi! I’m Margarida, style and beauty blogger at Style it Up

Comments

    • February 22, 2017

      Margarida

      Também não como coisas com ovo cru, é verdade!! Incluíndo a mousse de chocolate, um drama também! ahah 🙂

      • February 23, 2017

        Amélia

        Olá Margarida, para matar as saudades da mousse de chocolate faça assim: uma lata de leite de côco, cacau magro em pó (umas 5 colheres, dependendo do tamanho da lata de leite, mas eu faço mais ou menos a olho) e xarope de agave (também vou deitando e provando até achar que já está mais docinho). Se gostar de after eight pode juntar umas gotinhas de essencia de menta. Fica bom, é fit (dentro do género) e dá para matar as saudades da mousse de chocolate tradicional.

        • February 23, 2017

          Amélia

          Esqueci-me de dizer que é bater tudo com a batedeira até ganhar alguma consistência e levar ao frigorifico umas 4 horas.

        • February 23, 2017

          Margarida

          Muito obrigada Amélia!! Vou experimentar 😉 Beijinhos

  1. February 22, 2017

    Ana

    Estou de 12 semanas e infelizmente também não sou imune à toxoplasmose. Por sorte, não tenho tido uma fome fora do normal pelo que ainda não engordei nada.. No entanto morro de vontade diária de me encher de enchidos e não posso 🙁 Que corra tudo bem!! Um grande beijinho

    • February 22, 2017

      Margarida

      Que sorte!!! Eu tenho uma fome gigante! 😆 enchidos também adoro, mas o presunto é o que me custa mais… sempre dá para comer caldo verde com o chouriço se sor assim meio cozido 😉 Parabéns e que corra tudo bem também 🙂 Beijinho

  2. February 22, 2017

    Tania Correia

    Olá Margarida. Cuidado com o vinagre!!, levei um ralhete quando disse médica que lavava assim os legumes, tb não sou imune toxoplasmose. Bjs tudo de bom.

    • February 22, 2017

      Margarida

      Sério??? A minha médica é que me disse para lavar com vinagre!! Estranho! Mas a verdade é que cada um diz uma coisa e o mais importante é confiarmos na nossa médica, não é? 🙂 Beijinho

  3. February 22, 2017

    Leonor Gomes

    Olá Margarida,
    Obrigada pela sua partilha tão genuína e espontânea. Também estou grávida, mas de 32 semanas. Não sou imune à toxoplasmose e para além dos alimentos que referiu, não toco em nenhum tipo de enchidos, queijo fresco ( custa-me horrores), camarão, enlatados ( incluindo o atum) e ovos mal passados.
    A salada basta lavar com vinagre, pelo menos é essa a indicação do médico.
    Quanto ao apetite, é o descalabro… A meta do kg por mês é quase humanamente impossível. Nunca imaginei… Portanto, não está sozinha. 🙂 É aceitar e amar! Que continue tudo a correr pelo melhor. Um beijinho

    • February 22, 2017

      Margarida

      Parabéns Leonor! 🙂 Queijo fresco como, desde que seja pasteurizado 🙂 Adoro!! Camarão e todo o marisco (excepto os que sou intolerante e referi no post), como tuuudoooo e enlatados também… os ovos mal passados é que não! Qual a razão de não comer enlatados?? Essa nunca tinha ouvido 🙂
      O apetite é um drama, uma fome indiscritível 😆 Beijinho

  4. February 22, 2017

    Marisa Furtado

    Margarida, adoro os teus posts sobre esta nova fase em que te encontras 😉 falas das coisas de uma maneira muito descomplicada (adoro!) e divertida. Por isso, por favor, continua 🙂

    Beijinhos

    • February 22, 2017

      Margarida

      Que bom!! Estava na dúvida se achavam estes temas secantes ahah afinal, não é suposto o blog virar um mommy blog, mas acho que faz parte da minha vida, faz sentido falar, não é? 🙂 Beijinho

  5. February 22, 2017

    Carina Rodrigues

    E aquelas saladas ja lavadas? pode-se comer ou tem de se lavar novamente com vinagre?
    Obrigada Margarida por todas as partilhas, continua a abordar alguns temas relacionados com a gravidez, afinal porque temos tanto cuidado quando estamos a gerar um ser humano e não temos cuidado nenhum quando se trata “só” do nosso corpo e saúde?!

    • February 22, 2017

      Margarida

      Eu lavo tudo com o vinagre na mesma… uma seca, mas prefiro 🙂 Beijinho

  6. February 22, 2017

    Ana Rocha

    Olá Margarida,
    Antes de mais parabéns pela gravidez!
    Também não sou imune à toxoplasmose e vivi durante a gravidez (e ainda vivo com dois gatos). Tive sempre muito cuidado, mas tentei informar-me um pouco sobre como contraímos o vírus. Isto porque ouvimos muitas opiniões e ficamos sempre na dúvida de quais estão correctas. E fiz isso principalmente porque queria continuar a ter os meus animais à vontade.
    Em relação aos alimentos tudo o que é “proibido” eu não comia fora de casa, mas em casa comia quase tudo.
    Uma dica para o presunto: A bactéria da toxoplasmose morre com temperaturas altas, seja em frio como em quente. Por isso é que comemos a carne de vaca a parecer sola de sapato. Por isso se quiser comer um bife ou presunto em casa, só tem de congelar antes a carne. O presunto (falo por experiência) fica exactamente igual em termos de sabor.
    De resto fruta e legumes é lavar bem e deixar 30min em água e vinagre ou usar “amukina”. Isto tudo dito e aconselhado pela minha médica obstetra e clínica geral.

    Beijinhos e felicidades!

    • February 22, 2017

      Margarida

      Olá Ana! Obrigada pelas dicas! Ainda hoje uma amiga me disse que tentou congelar o presunto e ficou sinistro!! ??? Quanto tempo é que se deve congelar? Estava pronta a fazer isso, mas desanimei com o testemunho dessa amiga 🙁 em relação aos gatos, como não tenho e não costumo conviver, tranquilo 🙂 Beijinhos e obrigada pelas dicas 🙂

      • February 23, 2017

        Ana Rocha

        Olá Margarida,
        Não sei que tipo de presunto tem por hábito comer. Nunca congelei fatias de presunto. Costumo comprar presunto inteiro e congelava um bocado durante alguns dias. Depois retirava-o do congelador e deixava-o descongelar lentamente. E fica normalíssimo e o sabor é o mesmo. Agora se for em fatias, sinceramente não sei 🙂
        Também adoro marisco e deixei de comer com medo da intoxicação alimentar.
        Mas vingava-me noutras coisas 🙂 hehehe

        • February 23, 2017

          Margarida

          Para a semana vou perguntar à médica se há forma de contornar as saudades do presunto… ahah ela vai-me mandar passear 😆 Beijinho e obrigada! 🙂

          • February 24, 2017

            Ana Rocha

            Não vai não… elas (médicas) entendem os nossos desejos!! Hehehe…
            Há tanta coisa que não podemos comer e só nos lembramos disso quando engravidamos! É tramado!!
            🙂
            Boa sorte! Acho que vai encontrar uma solução 😉
            Beijinhos e muitas felicidades.

  7. February 22, 2017

    Claudia Guilherme

    A primeira coisa que fiz quando sai da maternidade, foi ir comer um belo de um costeletão de novilho muito mal passado. Estava a morrer de saudades ???????
    Tb não sou imune e tive de ter todos os cuidados coma alimentação. Nas duas gravidezes nunca consegui cumprir a regra de 1kg por mês ??? tinha fome, comia ??? já mandei o peso todo embora e mais algum ??

    • February 22, 2017

      Margarida

      É exatamente o que vou fazer! ahah mas antes ainda como umas belas fatias de presunto ??? 1kg por mês é muito fácil falar, quando não se tem fome, só pode! ahah Depois é malhar como se não houvesse amanhã para voltar à normalidade 🙂 Beijinho

      • February 22, 2017

        Leonor Gomes

        Não faço nada ideia mas julgo que o atum está relacionado com o mercúrio. Esqueci-me de lhe dizer que se gosta de carne mal passada ( como eu) pode congela-la durante 15 dias e depois comê-la sem que fique “sola de sapato”. – conselho do meu obstetra. Beijinho ?

        • February 22, 2017

          Margarida

          Para a semana tenho consulta e vou esclarecer essa questão dos enlatados, porque tenho comido atum… também já me disseram isso de congelar a carne, mas tenho medo que o “bicho” fique lá ??? odeio carne bem passada!! Gosto praticamente crua mesmo!! 🙂 Beijinho e obrigada!

  8. February 22, 2017

    Ines

    Ola eu sou imune à toxoplasmose pois contraí o virus ha uns anos (nao gravida felizmente ) e tive a sorte de saber e reflectir como poderia ter apanhado. Fiquei a suspeitar dos sumos naturais fora de casa. As laranjas naquelas maquinas se mal lavadas, o liquido que cai no copo passa pela casca… so um cuidado (mais) a ter. Bjs e que corra tudo bem

    • February 22, 2017

      Margarida

      Nunca bebo sumos naturais fora de casa!! Fico sempre a pensar na quantidade de terra que deve haver na casca das laranjas 🙂 Bebo em casa 🙂 Beijinho

    • February 22, 2017

      Egs

      A toxoplasmose não é um virus… é um protozoário

      • February 23, 2017

        Margarida

        Não sei o que é exatamente, só sei que é para evitar a todo o custo! 🙂

  9. February 22, 2017

    Rita Seabra Pereira

    Olá Margarida!! Tenho três filhos e sempre me custou imenso a parte das saladas durante a gravidez, ter que estar sempre a lavar… Durante a segunda gravidez comecei a lavar tudo mal chegava a casa das compras: fruta e legumes que fossem comidos crus! O tomate secava com um pano lavado da cozinha e guardava virado ao contrário na gaveta dos legumes e as restantes frutas na cesta delas; a alface lavava, também com vinagre, secava num daqueles tupperwares para o efeito e guardava num saco com fecho, embrulhada em três ou quatro folhas de rolo de cozinha! Mantém se fresca e aguenta bem, e sempre ajuda a manter o consumo habitual da salada! Tudo a correr bem!

    • February 22, 2017

      Margarida

      Boa ideia!!! Não tenho saco para lavar todos os dias, confesso!! Vou fazer isso ao fim‑de‑semana para me durar uns dias durante a semana! 🙂 Obrigada pela dica Rita! Beijinho

  10. February 22, 2017

    Diana Silva

    Um kilo por mês… Pois, pois… E a fome de dia e de noite?!!! Nos primeiros três meses ainda emagreci, porque comia e vomitava mas a partir das 14 semanas parou o vomito e aumentaram os kilos todos, estou com 21 semanas e mais 7 kilos! Também não sou imune tenho esses cidadãos todos. Quanto a legumes opto sempre por cozidos e assim levo para o almoço no trabalho! 🙂

    • February 22, 2017

      Margarida

      Pois, também me parece irreal essa do 1kg por mês ??? enjoos não tive, GRAÇAS A DEUSSSSSS 🙂 Tudo a correr bem! Beijinhos 😉

  11. February 22, 2017

    Maria C

    Olá Margarida! Antes de mais, muitos parabéns é que continue a correr tudo bem. Durante a minha gravidez (no ano passado) também tinha muita fome no início mas com o avanço da gravidez, a fome foi atenuando, mesmo! Nos momentos em que sentia mais fome comia iogurtes e fruta de modo a evitar bolachas e afins. De qualquer forma, continuei no ginásio, ainda que com menos impacto, o que ajudou muito, não só no parto, mas também no controlo do peso.
    Toda a fruta com casca, morangos e legumes crús lavava com vinagre.

    • February 22, 2017

      Margarida

      Obrigada Maria! 🙂 Espero que a fome passe ahah mas nem me apetece bolachas ou doces, é mais sopa e comida a sério mesmo… quanto ao exercício, para já só estou a fazer caminhadas, mas queria imenso continuar com o exercício, na próxima semana já sei se vou poder, sem impacto, claro! 🙂 Beijinho

  12. February 22, 2017

    Silvia Sousa

    Olá Margarida! Mesmo não estando grávida neste momento adoro essas partilhas!! Para mim é um grande sim a estes post , porque sei que a essência do blog continua, adoro os outfits que deixa(m)! Beijinho grande e tudo a correr bem ????

  13. February 23, 2017

    Catarina

    Olá Margarida! Parabéns por esta nova fase! Confesso que comigo o peso não tem sido um problema… estou de 36 semanas e enjoei até à 30?. Também não sou imune à toxoplasmose e passei por essas tormentas das saladas e carnes mal passadas. Em relação às conservas, o que uma enfermeira me explicou é que está apenas relacionado com o estado da lata (se foi ou não danificada de alguma maneira, o que poderia comprometer o estado de conservação do alimento) mas isso é para todas as pessoas em geral e não só para nós! Felicidades

    • February 23, 2017

      Margarida

      Ahhh assim eu entendo! Mas se a lata estiver danificada acho que ninguém vai arriscar, mesmo não estando grávida 🙂 em relação ao exercício, estou ansiosa para voltar também! 😉 Espero que nas próximas semanas a fome vá passando 😆 Beijinho

  14. February 23, 2017

    Joana

    Eu lavo os alimentos com amukina na água e sinceramente não noto sabor nenhum. Cheira no momento em que estão de molho, mas depois de passar por água e secar, não noto nada. Ando na médica de família e na obstetra e todas me disseram que o vinagre não chega para desinfectar todas as bactérias presentes nos alimentos. Até na aula de preparação para o parto abordámos esse assunto e a resposta foi a mesma. É preciso cuidado com isso! De resto, acho que fazemos as mesmas restrições e sim, também não consigo resistir a um pacote de gomas. =)

    • February 23, 2017

      Margarida

      A médica sempre me disse (e os médicos das minhas amigas também!) que bastava com o vinagre. Deve depender muito dos médicos, só pode 🙂 Mas confio na minha médica 🙂 ainda não fiz essas aulas de preparação para o parto também, estou a ponderar se vale a pena 🙂

      • February 23, 2017

        Mariana

        Vale muito a pena! Eu aprendi imenso com as minhas aulas de preparação para o parto, fiquei muito mais informada sobre o que se iria passar comigo, bem como os cuidados a ter nos primeiros tempos de vida do bebé.
        Em relação ao vinagre, a questão é que este não mata nenhum organismo…apenas ajuda a retirá-los da superfície dos alimentos enquanto os lava. O importante mesmo é esfregar bem para garantir que sai tudo 🙂
        Quanto às comidas e conforme já foi aqui dito, é de evitar ovos crus/mal passados e o marisco idealmente deverá ser comido em casa e do congelado (para prevenir uma intoxicação alimentar). Felicidades!

  15. February 23, 2017

    Sofia Teles

    Olá Margarida, a medica também me aconselhou a lavar td com vinagre.
    Ai as saudades que tenho de marisco ?, enchidos, ovo estrelado …e depois com o aleitamento ainda mais restrições. Oh god ??

    • February 23, 2017

      Margarida

      Nem quero pensar nessas restrições, para já 😆 Beijinho

  16. February 23, 2017

    SANDRA GUIOMAR

    Olá Margarida,

    Estás tão linda!!!Esse brilho na tua cara…….tão lindo!!!
    Acho que deves falar sobre a gravidez/ seres mãe, afinal o blog é também um pouco da tua vida e neste momento, estás grávida e vais ser mãe. Até porque apesar de não ser mãe, gosto de saber essas coisas, sempre posso falar com as amigas que estão grávidas. 🙂
    Beijinhos

  17. February 23, 2017

    Liliana

    Olá Margarida. Antes de mais, muitos parabéns 🙂
    Também estou grávida do primeiro filho, estou com 28 semanas e também não sou imune à toxoplasmose. Os cuidados custam inicialmente, mas depois, confesso, fica tudo um bocadinho mecanizado e torna-se mais fácil.
    Se me permite, vou apenas deixar um conselho: vai ouvir muitas opiniões, sobre todos os assuntos e mais alguns; umas vozes vão dizer “A” e outras “B” (por exemplo, sobre o vinagre ou sobre o sushi) e todas acreditam que elas é que estão certas. Quanto a mim, acredito que devemos seguir o nosso instinto e, claro, confiar no profissional que nos segue. Não há consenso nestas coisas, por isso, não vale a pena “sofrer” por antecipação. A mãe é que sabe 🙂
    Um beijinho e tudo a correr bem

    • February 23, 2017

      Margarida

      Concordo plenamente, também confio plenamente na minha médica e no meu instinto 😉 Que continue tudo a correr bem desse lado também 😉 Beijinho

  18. February 23, 2017

    Ana

    Olá, eu estou na minha segunda gravidez não imune à toxoplasmose. Basicamente, a (minha) proibição são os enchidos, os fumados e os bivalves. Também não como saladas nem fruta com casca fora de casa (e em casa desinfeto com vinagre) e comida com natas e ovos crus só em sítios de extrema confiança. Felizmente tenho carta branca para o sushi (adoro!!!), mas também só como esporadicamente e em sítios de confiança 🙂
    Quanto ao peso, na primeira gravidez engordei 22 kg (shame on me!!!), mas desta vez isso está fora de questão! Por enquanto, 6 meses, 6 quilos. Yupiiiii 😀

    • February 23, 2017

      Margarida

      Na segunda deve ser tudo mais fácil 🙂 Parabéns pelo controlo 😉 Yupiii Beijinho

      • February 23, 2017

        Ana

        Nesse aspeto, sim. Desde que se sinta confortável com as suas escolhas e com os conselhos da GO, acho que deve aproveitar ao máximo essa fase maravilhosa que é a gravidez! O resto resolve-se com o tempo 😉
        Muitas felicidades!

  19. February 24, 2017

    Alexandra

    Olá! Estou grávida de 30 semanas e engordei apenas 6kg.. primeiro foram os enjoos, e agora é o rabo do bebe que está a empurrar me o estômago, tirando isso (e umas varizes) está tudo ok! Também não sou imune e tenho imensas saudades do presunto e do sushi! Mas bom, está quase!!! As saladas na rua tornam os nossos dias muito mais fáceis e em casa dão uma trabalheira, mas com o tempo aquecer a vontade de comer uma salada e mais forte que a preguiça! Eu sempre lavei as saladas com agua abundante e depois coloco em vinagre. As minhas médicas sempre disseram que era o suficiente! Mas como alguém já disse, no início isso é tudo um bicho de 7 cabeças, no entanto com o decorrer da gravidez as coisas vão ficando mais simples! Espero que lhe corra tudo bem.. e vá escrevendo sobre gravidez, todas as dicas são bem vindas!!! Beijinhos

    • February 24, 2017

      Margarida

      Olá Alexandra! Muitos parabéns!! É verdade, vamos simplificando tudo à medida que o tempo vai passando, se bem que eu nunca fui muito de complicar 🙂 Espero que continue tudo a correr bem! Vou escrevendo, sim! 🙂 Beijinhos

  20. February 27, 2017

    Ana Pereira

    Olá Margarida 😉 eu pedi este post. 😉 obrigada por tê-lo feito. Não sei se fui a única mas fiquei contente de ter abordado o assunto. Eu não como enchidos nem crus nem cozidos, mas também ajuda o fato de não me apetecer muito ;). Apenas fiambre e mortadela. Concordo com uma leitora que acima disse que vamos ouvir imensas opiniões a partir de agora e que devemos confiar no profissional que nos segue. Também não sabia isso dos enlatados, por exemplo. Mas a médica nunca me alertou para o atum como disseram aqui. Eu não como canela por há quem diga que pode provocar aborto, Mas a minha médica disse que nada está provado. Ouve-se tanta coisa. Também lavo com vinagre em casa e como sem culpas. 😉 quantos aos animais a bactéria da toxoplasmose apenas se passa pelas fezes e por isso as festinhas aos patudos podem ser feitas à vontade. Estou agora de 11 semanas e ansiosa por fazer a eco das 12 para saber se tudo corre bem. Sou uma mãe de primeira viagem 😉 beijinhos pra todas

    • February 28, 2017

      Margarida

      Olá Ana! Espero que continue tudo a correr bem 🙂 Vou falando mais sobre estes temas, sim! 🙂 Beijinhos

    • March 2, 2017

      Margarida

      Estamos aqui todas para falar dos assuntos, até agradeço que me sugiram temas relacionados com a gravidez, porque às vezes acho “ninguém vai querer saber disto” e afinal não é bem assim 🙂 Tudo a correr bem! É uma ansiedade entre consultas e eco’s para saber se está tudo bem! Devia haver uma eco todas as semanas para batermos saudades 🙂 Beijinho

  21. March 1, 2017

    Rute Reimão

    Olá Margarida, sei o que custa a fome, a falta de imunidade à toxoplasmose e acrescento no meu caso a falta de imunidade à rubéola. Ou seja foram 38 semanas a comer de de 2/2 horas, o que me valeu na balança o aumento de 9kg, com um rapaz de 3,400 e 51cm, deixei de comer carne porque me sabia a sola de sapato e a fugir de crianças com febre, com a excepção das que tinham letreiro a dizer expressamente “não tenho rubéola” 🙂 . Aproveite bem

    • March 2, 2017

      Margarida

      9kg não é anda mau!!! 🙂 Quem me dera conseguir isso, mas pelo andar da carruagem não me parece 😆 amanhã tenho consulta e temo o pior! A minha médica chateia-me se engordar mais de 1kg por mês ahahah mal sabe ela que isso nunca vai acontecer 😆 Beijinho

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *