kids // lifestyle || September 16, 2015

bad sleep

by

IMG_0455_a.jpg

IMG_0454_a.jpg

 A maria sempre foi uma criança fácil. Fácil no sentido em que, em pequena, comia, dormia, pouco ou nada chorava e interagia bastante. Saiu sempre connosco para todo o lado, sem queixas. 17 meses passaram e a coisa muda de figura. Continua a miúda mais social e brincalhona do mundo (gozona mesmo!), mas … não quer dormir! Ou melhor, não quer dormir à noite, porque de dia (sobretudo à tarde) que ninguém a incomode. Já troquei os horários, já a “tentei” cansar mais ao final do dia, já dei jantar maos cedo e leite antes de dormir … e nada parece resultar. Acorda pelo menos 2 vezes para comer – e janta bem, por isso, não há razão – (e ela fazia as noites todas, todinhas!). Posto isto, questiono: mães desse lado, truques espectaculares para pôr os nossos bebés a dormir a horas decentes? Incentivá-los a irem para a cama sozinhos (sem – muitas – zangas!)? Partilhem! Mãe, que não dorme há semanas, em desespero! 🙁
__
I am having some trouble getting my daughter to sleep at night ! So if konow some tips, please share!

@styleitup.cat

Cátia

Hi! I’m Cátia, style and beauty blogger at Style it Up

Comments

  1. Oh, essa fase é difícil mesmo… Como cada criança é um mundo, o que serviu para uma pode não servir para outra, mas vamos lá: por sugestão do pediatra da minha primeira filha, executei a técnica de um médico argentino, que consiste em deixar a criança no berço, acalentá-la e fazê-la sentir-se segura com sua presença, mas não a tomar nos braços, todas as vezes que acordar durante a noite como também na hora de dormir. Cada criança reage positivamente a essa técnica a seu tempo. O primeiro e segundo dias são terríveis, minha filha chorava e eu chorava com ela, estragava tudo e muitos pais desistem desta técnica por esse motivo. Mas aos poucos ela foi reduzindo o tempo do choro, e ao final de uma semana, abria os olhos, me procurava (é importante que não haja luz no quarto mas uma penumbra, para que se possa enxergar em torno), me chamava. Eu ia e fazia um carinho, ela dormia sozinha. Algum tempo depois dormia a noite toda. Mesmo ainda a amamentar, ela já não sentia a necessidade das mamadas noturnas, só a do soninho.
    E no mais, força! É uma fase que passa, e o mais importante é a mãe manter-se equilibrada e tranquila, um pouco difícil quando se tem poucas horas de sono…
    Espero tê-la ajudado, beijinhos!

  2. September 16, 2015

    Vanessa

    Vou ficar colada a este post, todas as dicas são bem-vindas. Já fiz também tudo o que mencionou e até mais. O meu já faz dois anos para o mês que vem, desde que nasceu que não é muito de dormir e continua a querer comer de noite, são 23 meses sem dormir e estou grávida de 4 meses.

    Já fui a uma terapeuta do sono mas volta e meia ele volta ao mesmo. O pediatra sempre me disse que picos de crescimento e novas aprendizagens podem interferir com o sono dos bebés/crianças.

    Acredite que a compreendo bem!

    Boa sorte,

    Vanessa

  3. September 16, 2015

    Ana Leonor

    A Margarida tem 7 anos e sempre dormiu mal… acordava para mamar de 3/3 horas e continuou assim mesmo quando passou a ser biberão. Aos 3 anos, na 1ª visita ao dentista, fui “proibida” de dar qualquer alimento durante toda a noite por causa dos resíduos que ficam nos dentes (sim, mesmo só o leite simples). Portanto, foi uma semana sem dormir (nem ela nem eu), muito choro, mas passou a dormir a noite toda seguida sem interrupções. A parte que (ainda) não consigo é o ela adormecer sozinha. Já tentei vários métodos mas desisiti quando, numa noite me vomitou todo o jantar tal era o choro e desespero de ficar no quarto sozinha para adormecer. A rotina agora passa por acalmar tudo a partir das 21h00, criar a rotina de lavar os dentes, xixi e história (na cama dela). Como quando a história acaba o sono ainda não chegou 🙂 toca de ficar lá abraçadinha a ela até que adormeça…confesso que, depois de uma dia inteiro longe dela, até me sabe bem esta mimalhice de final de dia :D.
    Boa sorte Cátia e muita (mesmo muita) paciência!

  4. September 16, 2015

    A rapariga do autocarro

    O meu também começou com manias parecidas, o meu conselho é o que a Psicóloga me recomendou, rotina acima de tudo, comer, deitar, insistir, levanta-se e sai da cama? levar à cama e deitar, insistir, voltar a insistir! O meu pequenito deixou de dormir sestas por essa idade, talvez seja a sesta que lhe esteja a desestabilizar o sono! Hoje o meu já tem a rotina estabelecida, jantar, lavar dentinho, ver um episódio dum desenho animado, xixi, cama, mas foi um luta até conseguir! Não é fácil, mas vai conseguir!

  5. September 16, 2015

    Anonymous

    Depois de dois anos sem dormir a solução foi: comprar uma cama de “menina grande”, corpo e meio. E por milagre… começou a dormir!

  6. September 16, 2015

    Rita

    A Maria Luísa é um amor, muitas felicidades.
    Quanto ao problema em si, tente não a deixar dormir durante a tarde, mesmo que ela faça birra, tente deixá-la ocupada durante a tarde até à hora de jantar e antes dela ir para a cama, um banho quentinho e relaxante pode ajudar a que durma bem melhor.

  7. September 16, 2015

    maggie

    Tenho dois filhos e ambos dormem a noite inteira desde o 1º mês de vida. Nunca coloquei o berço no meu quarto. Mal cheguei a casa da maternidade foram dormir para as suas respectivas camas. Levantei-me dezenas de vezes à noite, mas… dormem a noite toda sem acordar, sem ter de ficar no quarto deles, sem luz e porta empurrada.
    O mais velho já tem 4 anos e a mais nova 7 meses.
    O meu truque foi pô-los logo no quarto e habituar à rotina.. deita, apaga a luz e vou-me embora.

    Até hoje tem resultado

  8. September 16, 2015

    Ana

    Estou a passar exatamente pelo mesmo… a minha filha acorda todas às noites pelas 374 h da manhã e depois para adormecere demora horas… ontem só adormeceu ás 6 da manhã. Já não sei o que fazer, estou completamente desesperada porque o cansaço já é enorme… e ela dorme mal.

  9. September 17, 2015

    Stela

    Oi a Maria está linda. A Ema foi igual só começou a dormir bem a partir dos dois anos e meio, ou seja há dois meses. Antes disso foi uma tortura para que dormisse uma noite seguida. Acabamos por recorrer a um especialista do sono, modificámos rotinas e o que é certo é que conseguimos que ela durma das 21.30 às 08.30h. Uma das coisas que alteramos foi a rotina dela, ir para a cama sempre à mesma hora, tirar a luz de presença do quarto dela, contar sempre a mesma história antes de ir para a cama, dedicar pelo menos 30m só a ela quando chegamos do trabalho. Eles têm muitas saudades nossas e por isso não querem dormir, querem estar connosco. As rotinas devem ser sempre iguais. Eu com turnos era complicado, mas agora fazemos sempre a mesma coisa seja o
    Pai ou eu a adormecê-la. Beijocas grandes. Ah é para ajudar neste processo damos-lhe Melamil. Receitado pelo médico. É natural, não faz mal é resulta mesmo. ??????

  10. September 22, 2015

    Cátia

    Olá Ana! É verdade, o cansaço acumulado pelas poucas horas de sono dá cabo de nós! Obrigada pelas dicas 🙂 beijinhos

  11. September 22, 2015

    Cátia

    Olá Vanessa! Também já associámos ao crescimento dos dentes, mas nesta fase acho que já não pode ser “desculpa” para tudo 🙂 Vamos ver! Beijinhos e obrigada pela partilha!

  12. September 22, 2015

    Cátia

    Olá Ana! Acho que é mesmo esse o truque: pa-ci-ên-cia! ahaha Beijinhos e obrigada!

  13. September 22, 2015

    Cátia

    Olá! Acho que falhei redondamente na parte das rotinas com a ideia de querer estar com ela e aproveitar todos os segundos – já que estou (estamos) afastada todo o dia por causa do trabalho! Mas estou a trabalhar nisso e a melhorar – I hope 🙂 beijo

  14. September 22, 2015

    Cátia

    A cama grande também já vem a caminho!! ahaha vamos ver :como resulta! 🙂

  15. September 22, 2015

    Cátia

    Obrigada Rita! Também já experimentei deixá-la dormir menos tempo à tarde, mas o que acontecia era que ficava com uma birra tãoooo grande que nem jantava a seguir, nem dormia quando era suposto! beijinhos

  16. September 22, 2015

    Cátia

    Olá Maggie! A ML também dormia toda a noite, sempre de luz apagada (nunca me fez confusão por acaso), mas e repente – assim do nada – passou a acordar, a querer comer e não querer voltar a dormir! Daqueles mistérios ainda por descobrir! lol beijinhos

  17. September 22, 2015

    A rapariga do autocarro

    A quem o diz, a trabalhar por turnos sei o que é tentar recuperar os dias perdidos, mas aos poucos criei as rotinas e tudo se compôs!

  18. September 22, 2015

    Cátia

    Olá Ana! Deve haver algo de muito interessante a acontecer nessa altura porque a minha acorda precisamente a essa hora!! Compreendo perfeitamente o cansaço (e o desespero!) . Não é fácil! Sobretudo acordar no dia seguinte e ter a cabeça fresca para ir trabalhar!! Uiiiii … enfim, estou solidária! A coisa há-de melhorar 🙂 beijinhos

  19. September 22, 2015

    Cátia

    Estamos a tentar implementar a rotina (já o deveríamos ter feito há mais tempo, mas enfim!, o problema é que ela nem para ouvir a história está quieta! Deve ter um género de pilhas que nunca, mas nunca, nunca acaba! ahahaha bjoooo Stela 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *